Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. João 14:6

__________________VERSÍCULOS DO DIA ______________

Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis. João13:34
Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros. João13:35
>
- se preferir texto parado, pare o mouse sobre o versículo-

Abaixo publico algumas anotações sobre estes versículos.
Não deixe de ler as citações bíblicas, pois delas é que compartilho
* Deus nos abençoe *
***
*Faça a sua reflexão sobre estes versículos, pois DEUS quer falar diretamente com você, lembre-se que ELE te chama pelo seu nome e quer escrevê-lo e mantê-lo no Livro da Vida Eterna.*
***

(Se necessário, ATUALIZE A FOLHA PARA VISUALIZAR AS ANOTAÇÕES DOS VERSÍCULOS DE HOJE
http://wwwcompartilhar.blogspot.com/


sábado, 12 de agosto de 2017

Versículos do dia: a Ceia do Senhor

E, quando comiam, Jesus tomou o pão, e abençoando-o, o partiu, e o deu aos discípulos, e disse: Tomai, comei, isto é o meu corpo.
Mateus26:26

E, tomando o cálice, e dando graças, deu-lho, dizendo: Bebei dele todos;
Mateus26:27







Estavam Jesus e seus discípulos comemorando a páscoa, ceando juntos pela última vez:


E, quando comiam, Jesus tomou o pão, e abençoando-o, o partiu, e o deu aos discípulos, e disse: Tomai, comei, isto é o meu corpo.
E, tomando o cálice, e dando graças, deu-lho, dizendo: Bebei dele todos;
Porque isto é o meu sangue, o sangue do novo testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados.
E digo-vos que, desde agora, não beberei deste fruto da vide, até aquele dia em que o beba novo convosco no reino de meu Pai.
E, tendo cantado o hino, saíram para o Monte das Oliveiras.
Mateus26:26-30


Jesus conhecedor do que viria lhe acontecer, estava ali sentado a mesa com seus doze discípulos para comerem da páscoa, e dize-lhes que desejou muito por comer aquela páscoa com eles antes de padecer. Seria a última páscoa juntos até que venha a ser cumprida no reino dos céus novamente. Por isto a páscoa que comemoramos hoje é a Pascoa em memória da libertação da salvação no sacrifício de Jesus na cruz no derramamento de seu precioso sangue na cruz para remissão de nossos pecados, sua ressurreição e ascensão, não mais aquela páscoa dos judeus.
E nesta ceia Jesus já se refere ao sacrifício perfeito, que estava prestes a acontecer, e abençoando o pão dá aos discípulos dizendo que era o seu corpo, e tomando o cálice do suco da uva da mesma forma dando graças os dá dizendo ser seu sangue. O sangue de Jesus, do novo testamento de Deus, no qual nos tornamos co-herdeiros em Cristo Jesus do reino dos céus. O sangue derramado que sela a nova e eterna aliança de Deus para conosco, por sua Maravilhosa Graça redentora e salvadora.
E ali Jesus já diz aos seus discípulos para que se reunissem para cear juntos após sua morte por memória Dele. Em memória de sua morte, do alto preço que pagou por nós, do quão grande fora seu sacrifício.

“E, chegada a hora, pôs-se à mesa, e com ele os doze apóstolos.
E disse-lhes: Desejei muito comer convosco esta páscoa, antes que padeça;
Porque vos digo que não a comerei mais até que ela se cumpra no reino de Deus.
E, tomando o cálice, e havendo dado graças, disse: Tomai-o, e reparti-o entre vós;
Porque vos digo que já não beberei do fruto da vide, até que venha o reino de Deus.
E, tomando o pão, e havendo dado graças, partiu-o, e deu-lho, dizendo: Isto é o meu corpo, que por vós é dado; fazei isto em memória de mim.
Semelhantemente, tomou o cálice, depois da ceia, dizendo: Este cálice é o novo testamento no meu sangue, que é derramado por vós.
Lucas22:14-20

Que amor de Jesus por seus discípulos! Mesmo sabedor de que estava prestes a ser sacrificado, mesmo estando entre eles o traidor, mesmo assim servia a páscoa a eles, dando graças à Deus, era como servo, deixando o exemplo, pois Ele mesmo, O Senhor, Mestre e Salvador, os servia, assim devemos servir uns aos outros com humildade.
E ali cantaram juntos um hino, não nos é revelado a letra deste hino, mas por ser páscoa, com certeza de ação de graças, agradecimento, louvor à Deus, e Jesus assim o cantou, mesmo conhecedor que estava bem próxima sua morte de cruz. E nós como cantamos louvores? Só quando tudo está bem? Pois que sigamos o exemplo de Jesus em tudo dando graças e cantando louvores, mesmo ao meio de nossas angustias, pois será que são maiores do que a que Jesus como homem ali sentia? Será que não temos motivo suficiente de tão grande Amor e libertação pelo Salvador de nossas vidas?

Depois de tudo consumado, os discípulos em obediência se reuniam para cear juntos, no entanto em Corinto a igreja estava distorcendo um tanto tal solenidade, tinha divisões entre eles, e faziam sua própria ceia. Mas atentemos que Paulo os exorta lembrando-lhes que a ceia do Senhor, é em memória de Jesus, tal qual Ele próprio havia dito aos discípulos.
Entendamos ainda que a ordem fora aos seus discípulos, aos que hoje fazem parte do corpo de Cristo, que aceitaram a aliança salvadora.

“Porque eu recebi do Senhor o que também vos ensinei: que o Senhor Jesus, na noite em que foi traído, tomou o pão;
E, tendo dado graças, o partiu e disse: Tomai, comei; isto é o meu corpo que é partido por vós; fazei isto em memória de mim.
Semelhantemente também, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este cálice é o novo testamento no meu sangue; fazei isto, todas as vezes que beberdes, em memória de mim.
1Coríntios 11:23-25

E nós hoje na igreja como nos reunimos para a ceia do Senhor? A fazemos verdadeiramente em memória de Jesus, anunciando a morte de cruz? Temos consciência de quão grande é este memorial, esta solenidade?
Veja como Paulo continua sua exortação à igreja :

“Porque todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice anunciais a morte do Senhor, até que venha.
Portanto, qualquer que comer este pão, ou beber o cálice do Senhor indignamente, será culpado do corpo e do sangue do Senhor.
Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma deste pão e beba deste cálice.
Porque o que come e bebe indignamente, come e bebe para sua própria condenação, não discernindo o corpo do Senhor.
Por causa disto há entre vós muitos fracos e doentes, e muitos que dormem.
Porque, se nós nos julgássemos a nós mesmos, não seríamos julgados.
Mas, quando somos julgados, somos repreendidos pelo Senhor, para não sermos condenados com o mundo.
Portanto, meus irmãos, quando vos ajuntais para comer, esperai uns pelos outros.
Mas, se algum tiver fome, coma em casa, para que não vos ajunteis para condenação. Quanto às demais coisas, ordená-las-ei quando for.
1Coríntios 11:26-34


Lembramos que o pão é símbolo do Corpo de Cristo, e o suco o símbolo do sangue derramado na cruz por nós? Que é alimento espiritual e salvação? Que do alimento temos que nos saciar diariamente individualmente, que o arrependimento nos deve ser também diário diante de nossas falhas, pois somos de natureza pecaminosos, e que somente no sangue de Jesus temos a redenção e esta também é individual. Temos este discernimento ao tomarmos da ceia? Uma solenidade sagrada e não um simples ritual.
É individualmente que devemos nos avaliar, nos arrepender e somos remidos, e então juntos recebermos da ceia.
Temos que ter esta compreensão, pois trata-se do Corpo e Sangue de Jesus! É em memória Dele! Que Ele próprio ordenou que assim fosse. E ele convocou a todos os remidos, não podemos julgar uns aos outros, quem nos julga é o Senhor, e devemos individualmente com Ele nos julgarmos a nós mesmos, e nos arrepender e sermos por Ele corrigidos e então redimidos em seu Sangue, e ai sim em comunhão uns com os outros tomarmos da ceia em memória Dele. .

Sangue este que é o selo do novo testamento, derramado por nós, por uma nova e eterna aliança para com Deus. Uma aliança que já não pode mais ser corrompida, uma lei não mais falada pela boca de um profeta, mas dita diretamente ao nosso coração, no qual o próprio Espirito Santo de Deus faz morada, e nos dá direcionamento, e nos faz lembrar quão Maravilhosa esta Graça de Deus em nossas vidas. Um Deus Criador de tudo quanto existe, misericordioso, perdoador, remidor e salvador.
Que já o tinha revelado através dos profetas, e assim o cumpre, e tudo mais será cumprido.

“Eis que dias vêm, diz o Senhor, em que farei uma aliança nova com a casa de Israel e com a casa de Judá.
Não conforme a aliança que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; porque eles invalidaram a minha aliança apesar de eu os haver desposado, diz o Senhor.
Mas esta é a aliança que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo.
E não ensinará mais cada um a seu próximo, nem cada um a seu irmão, dizendo: Conhecei ao Senhor; porque todos me conhecerão, desde o menor até ao maior deles, diz o Senhor; porque lhes perdoarei a sua maldade, e nunca mais me lembrarei dos seus pecados.
Assim diz o Senhor, que dá o sol para luz do dia, e as ordenanças da lua e das estrelas para luz da noite, que agita o mar, bramando as suas ondas; o Senhor dos Exércitos é o seu nome.
Jeremias31:31-35


A ceia é um memorial de comunhão, reflexão, devoção, fé e adoração, entre o Corpo de Cristo, da igreja, assim como Ele determinou quando o fizermos em memória Dele.
Mas lembremo-nos ainda que o pão, ou a carne como referido por Jesus em outra passagem, significa o alimento espiritual, e este devemos obter diariamente, assim como comemos diariamente para nosso corpo carnal sobreviver, assim também devemos o fazer com o espiritual. É lendo, buscando, na Bíblia, ouvindo de sua Palavra, mas sempre com o discernimento do Espirito Santo, pois caso contrário não nos alimenta.
Já o suco de uva,“o sangue” significa a 'aliança' com o Senhor, e quando ceamos nos lembramos desta aliança que fizemos ao nos render aos pés de Jesus e sermos por Ele redimido, mas temos que vivê-la diariamente, com um viver digno, não somente sendo ouvintes da palavra mas colocá-la em prática em nosso dia a dia, com um novo caráter em Cristo Jesus, uma união sagrada com Deus.


“Jesus, pois, lhes disse: Na verdade, na verdade vos digo que, se não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis vida em vós mesmos.
Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia.
Porque a minha carne verdadeiramente é comida, e o meu sangue verdadeiramente é bebida.
Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele.
João6:53-56



Porventura o cálice de bênção, que abençoamos, não é a comunhão do sangue de Cristo? O pão que partimos não é porventura a comunhão do corpo de Cristo?
1Coríntios 10:16

Mas o que se ajunta com o Senhor é um mesmo espírito.
1Coríntios 6:17


Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam; João 5: 39”

C O M P A R T I L H A R... isto é viver...é aprender...






Recomendo que clique no link indicado no final de cada postagem efetuada só com a introdução, para leitura integral do texto publicado na íntegra na folha CONTINUA.