Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. João 14:6

__________________VERSÍCULOS DO DIA ______________

E, quando o viram, o adoraram; mas alguns duvidaram. Mateus28:17
Finalmente apareceu aos onze, estando eles assentados juntamente, e lançou-lhes em rosto a sua incredulidade e dureza de coração, por não haverem crido nos que o tinham visto já ressuscitado. Marcos16:14
>
- se preferir texto parado, pare o mouse sobre o versículo-

Abaixo publico algumas anotações sobre estes versículos.
Não deixe de ler as citações bíblicas, pois delas é que compartilho
* Deus nos abençoe *
***
*Faça a sua reflexão sobre estes versículos, pois DEUS quer falar diretamente com você, lembre-se que ELE te chama pelo seu nome e quer escrevê-lo e mantê-lo no Livro da Vida Eterna.*
***

(Se necessário, ATUALIZE A FOLHA PARA VISUALIZAR AS ANOTAÇÕES DOS VERSÍCULOS DE HOJE
http://wwwcompartilhar.blogspot.com/


quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Versículos do dia: Jesus ressuscitado aparece aos discípulos


E, quando o viram, o adoraram; mas alguns duvidaram.
Mateus28:17

Finalmente apareceu aos onze, estando eles assentados juntamente, e lançou-lhes em rosto a sua incredulidade e dureza de coração, por não haverem crido nos que o tinham visto já ressuscitado.
Marcos16:14






Hoje antes de continuar no evangelho segundo Mateus, começo com o relato de Marcos e Lucas sobre como Jesus aparece no mesmo dia primeiramente a dois dos discípulos, atentemos na riqueza de detalhes que Lucas descreve:

“E depois manifestou-se de outra forma a dois deles, que iam de caminho para o campo.
E, indo estes, anunciaram-no aos outros, mas nem ainda estes creram.
Marcos16:12,13

“E eis que no mesmo dia iam dois deles para uma aldeia, que distava de Jerusalém sessenta estádios, cujo nome era Emaús.
E iam falando entre si de tudo aquilo que havia sucedido.
E aconteceu que, indo eles falando entre si, e fazendo perguntas um ao outro, o mesmo Jesus se aproximou, e ia com eles.
Mas os olhos deles estavam como que fechados, para que o não conhecessem.
E ele lhes disse: Que palavras são essas que, caminhando, trocais entre vós, e por que estais tristes?
E, respondendo um, cujo nome era Cléopas, disse-lhe: És tu só peregrino em Jerusalém, e não sabes as coisas que nela têm sucedido nestes dias?
E ele lhes perguntou: Quais? E eles lhe disseram: As que dizem respeito a Jesus Nazareno, que foi homem profeta, poderoso em obras e palavras diante de Deus e de todo o povo;
E como os principais dos sacerdotes e os nossos príncipes o entregaram à condenação de morte, e o crucificaram.
E nós esperávamos que fosse ele o que remisse Israel; mas agora, sobre tudo isso, é já hoje o terceiro dia desde que essas coisas aconteceram.
É verdade que também algumas mulheres dentre nós nos maravilharam, as quais de madrugada foram ao sepulcro;
E, não achando o seu corpo, voltaram, dizendo que também tinham visto uma visão de anjos, que dizem que ele vive.
E alguns dos que estavam conosco foram ao sepulcro, e acharam ser assim como as mulheres haviam dito; porém, a ele não o viram.
E ele lhes disse: Ó néscios, e tardos de coração para crer tudo o que os profetas disseram!
Porventura não convinha que o Cristo padecesse estas coisas e entrasse na sua glória?
E, começando por Moisés, e por todos os profetas, explicava-lhes o que dele se achava em todas as Escrituras.
E chegaram à aldeia para onde iam, e ele fez como quem ia para mais longe.
E eles o constrangeram, dizendo: Fica conosco, porque já é tarde, e já declinou o dia. E entrou para ficar com eles.
E aconteceu que, estando com eles à mesa, tomando o pão, o abençoou e partiu-o, e lho deu.
Abriram-se-lhes então os olhos, e o conheceram, e ele desapareceu-lhes.
E disseram um para o outro: Porventura não ardia em nós o nosso coração quando, pelo caminho, nos falava, e quando nos abria as Escrituras?
E na mesma hora, levantando-se, tornaram para Jerusalém, e acharam congregados os onze, e os que estavam com eles,
Os quais diziam: Ressuscitou verdadeiramente o Senhor, e já apareceu a Simão.
E eles lhes contaram o que lhes acontecera no caminho, e como deles fora conhecido no partir do pão.
Lucas24:13-35

Atentemos que aqueles dois discípulos conversavam entre si entristecidos, quando Jesus se achegou a eles, no entanto estes como com olhos fechados não reconheceram Jesus e conversavam com Ele como se fosse uma outra pessoa dali, e lhe explanaram os últimos acontecimentos quanto a Jesus. Confirmaram ainda que esperam que Jesus fosse o Messias um rei terreno para salvar Israel e que este havia morrido, mesmo mencionando o que sucedera as mulheres que o viram ressuscitado, ainda assim não o creram, estavam tristes com a morte de Jesus.
Jesus então começa lhes expor as escrituras, com o proferido pelos profetas de Deus, que necessário seria aquela morte e ressurreição. Imaginemos o tempo que estivera a eles pregando, pois mencionou desde Moisés e todos os profetas que Dele haviam profetizado.
E sendo convidado Jesus fica com eles, e já era noite, e sentados a mesa, Jesus toma o pão dando graças partindo e lhes dando, momento este que fora como se abrisse os olhos daqueles dois que reconheceram Jesus, mas Jesus desapareceu-lhes. Ai que foram se dar conta que o que Jesus pregara pelo caminho lhes havia tocado o coração e lhes fizera então entender as Escrituras. Assim voltaram aqueles discípulos a Jerusalém para testemunharem aos demais, que mesmo assim não o creram.

E partindo para a Galiléia os onze discípulos, conforme fora ordenado por Jesus, quando Jesus lhes aparece, e assim o adoram, e mesmo assim alguns o duvidaram


“E os onze discípulos partiram para a Galiléia, para o monte que Jesus lhes tinha designado.
E, quando o viram, o adoraram; mas alguns duvidaram.
Mateus28:16,17

“Finalmente apareceu aos onze, estando eles assentados juntamente, e lançou-lhes em rosto a sua incredulidade e dureza de coração, por não haverem crido nos que o tinham visto já ressuscitado.
Marcos16:14

“E falando eles destas coisas, o mesmo Jesus se apresentou no meio deles, e disse-lhes: Paz seja convosco.
E eles, espantados e atemorizados, pensavam que viam algum espírito.
E ele lhes disse: Por que estais perturbados, e por que sobem tais pensamentos aos vossos corações?
Vede as minhas mãos e os meus pés, que sou eu mesmo; apalpai-me e vede, pois um espírito não tem carne nem ossos, como vedes que eu tenho.
E, dizendo isto, mostrou-lhes as mãos e os pés.
E, não o crendo eles ainda por causa da alegria, e estando maravilhados, disse-lhes: Tendes aqui alguma coisa que comer?
Então eles apresentaram-lhe parte de um peixe assado, e um favo de mel;
O que ele tomou, e comeu diante deles.
Lucas24:36-43

“Chegada, pois, a tarde daquele dia, o primeiro da semana, e cerradas as portas onde os discípulos, com medo dos judeus, se tinham ajuntado, chegou Jesus, e pôs-se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco.
E, dizendo isto, mostrou-lhes as suas mãos e o lado. De sorte que os discípulos se alegraram, vendo o Senhor.
João20:19,20


Atentemos que a princípio os discípulos ficaram atemorizados, mas Jesus lhes repreendem pela incredulidade e dureza de coração.
E Jesus se lhes apresenta com a Paz seja convosco, Jesus é a nossa Paz! Então Jesus lhes pede para fazerem prova de sua ressurreição para lhe apalparem, para verem os sinais dos cravos nas mãos e pés.
Atentemos muito bem que não era apenas uma aparição, um espírito, mas sim Jesus ressuscitado com corpo, vivo estava!
Os discípulos ficaram maravilhados, mas não se deram conta da ressurreição ainda não crendo devida tamanha alegria.
Mas atentemos que para maior prova ainda Jesus lhes pede o que comer, e sendo servido ele tomou e comeu diante deles.


E de tudo nos foram deixados os testemunhos, tudo relatado com clareza, Jesus fora tocado pelos discípulos, comeu junto com eles, e ainda muitas outras vezes iria ainda aparecer, como também já nos ficou testemunhado nas Escrituras.

E nós como vemos a todo o realizado? Ainda estamos tristes com a morte de Jesus, ou cremos verdadeiramente em sua ressurreição?

Atentemos ao que Jesus lhes diz :

“E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos Salmos.
Então abriu-lhes o entendimento para compreenderem as Escrituras.
E disse-lhes: Assim está escrito, e assim convinha que o Cristo padecesse, e ao terceiro dia ressuscitasse dentre os mortos,
Lucas24:44-46

“Quem deu crédito à nossa pregação? E a quem se manifestou o braço do SENHOR?
(...)
Por isso lhe darei a parte de muitos, e com os poderosos repartirá ele o despojo; porquanto derramou a sua alma na morte, e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos, e intercedeu pelos transgressores.
Isaías53:1-12
“Vinde, e tornemos ao SENHOR, porque ele despedaçou, e nos sarará; feriu, e nos atará a ferida.
Depois de dois dias nos dará a vida; ao terceiro dia nos ressuscitará, e viveremos diante dele.
Oséias6:1,2

Foi então que Jesus lhes abriu o entendimento e compreensão das Escrituras, lhes explicando mais uma vez que necessário era sua morte e ressurreição ao terceiro dia como ocorrido.


Atentemos ainda ao que relata João que um dos discípulos, Tomé não estava ali presente quando lhes apareceu Jesus, assim não o cria:


“Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus.
Disseram-lhe, pois, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele disse-lhes: Se eu não vir o sinal dos cravos em suas mãos, e não puser o meu dedo no lugar dos cravos, e não puser a minha mão no seu lado, de maneira nenhuma o crerei.
E oito dias depois estavam outra vez os seus discípulos dentro, e com eles Tomé. Chegou Jesus, estando as portas fechadas, e apresentou-se no meio, e disse: Paz seja convosco.
Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente.
E Tomé respondeu, e disse-lhe: Senhor meu, e Deus meu!
Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram.
João20:24-29 .

Atentemos que Tomé estava totalmente incrédulo quanto a ressurreição mesmo diante do testemunho dos demais, queria tocar Jesus, ver as marcas da crucificação, e da forma como fora transpassado.
E mais uma vez, depois de oito dias, Jesus aparece novamente aos discípulos, quando então Tomé era presente, e Jesus lhe repreendendo lhe diz para fazer prova de sua ressurreição, que colocasse o dedo nos sinais dos cravos, e em seu lado transpassado, para que fosse crente e não incrédulo. Ai sim vendo Tomé também o creu.
Mas atentemos ao que Jesus diz Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram.” isto Ele nos diz que bem aventurados somos quando mesmo não tendo visto o cremos.

E como vemos a ressurreição de Jesus? Que fora apenas uma aparição? Ou não estamos atentos aos testemunhos dos discípulos que o tocaram que comeram e beberam com Ele.
Que realmente Jesus vive e reina sobre nós.
Atentemos a quantos testemunhos nos foram deixados. Temos ainda muitos relatos na Bíblia sobre Jesus ter estado com seus discípulos e com muitas gente.
Será que ainda estamos como Tomé querendo ver e tocar para acreditar? Mas entendamos que isto não nos será mais viável, a não ser que Jesus assim o quiser se manifestar a alguém, como se manifestou depois a Paulo. Mas foi nos deixado os testemunhos, e por Jesus já foi dado por bem-aventurados os que crerem, pois receberemos o Espirito Santo para em nós fazer morada e nos revelar e confirmar a tudo quanto Jesus o fez.

Atentemos que Jesus ressuscitado prega aos discípulos lhes abrindo o entendimento e os revelando a Verdade das Escrituras e de seu ministério pregando o evangelho da salvação do reino dos céus, e é assim que o Espirito Santo age em nós nos dá o discernimento da Verdade!

Tudo já fora feito para nossa fé, inclusive o Espirito Santo derramado sobre nós, agora depende de cada um de nós cremos, aceitarmos e servirmos ao Senhor de nossas Vidas.

“E que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras.
E que foi visto por Cefas, e depois pelos doze.
Depois foi visto, uma vez, por mais de quinhentos irmãos, dos quais vive ainda a maior parte, mas alguns já dormem também.
Depois foi visto por Tiago, depois por todos os apóstolos.
E por derradeiro de todos me apareceu também a mim, como a um abortivo.
1Coríntios 15:4-8


Jesus ressuscitou! Aleluia! Glórias a Deus!
Venceu a morte por nós! Nos deu Salvação!

Hoje vive e reina sobre nossas vidas eternamente! 

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Versículos do dia: A ressurreição de Jesus!


Ele não está aqui, porque já ressuscitou, como havia dito. Vinde, vede o lugar onde o Senhor jazia.
Mateus28:6

E, indo elas a dar as novas aos seus discípulos, eis que Jesus lhes sai ao encontro, dizendo: Eu vos saúdo. E elas, chegando, abraçaram os seus pés, e o adoraram.
Mateus28:9








Maria Madalena e a outra Maria que observaram onde Jesus fora sepultado, foram ver o sepulcro:

“E, no fim do sábado, quando já despontava o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro.
E eis que houvera um grande terremoto, porque um anjo do Senhor, descendo do céu, chegou, removendo a pedra da porta, e sentou-se sobre ela.
E o seu aspecto era como um relâmpago, e as suas vestes brancas como neve.
E os guardas, com medo dele, ficaram muito assombrados, e como mortos.
Mas o anjo, respondendo, disse às mulheres: Não tenhais medo; pois eu sei que buscais a Jesus, que foi crucificado.
Ele não está aqui, porque já ressuscitou, como havia dito. Vinde, vede o lugar onde o Senhor jazia.

Atentemos que já era fim do sábado dos judeus, madrugada do domingo, quando houve um grande terremoto com um anjo do Senhor removendo a pedra do sepulcro, assustando e desfalecendo os guardas que ali estavam guardando o túmulo. E conversa o anjo com as mulheres dizendo já haver ressuscitado Jesus, mostrando-lhes o lugar vazio.

Lucas ainda relata que eram dois anjos, que lhes lembraram das palavras ditas por Jesus em vida, de que ressuscitaria.

“E, estando elas muito atemorizadas, e abaixando o rosto para o chão, eles lhes disseram: Por que buscais o vivente entre os mortos?
Não está aqui, mas ressuscitou. Lembrai-vos como vos falou, estando ainda na Galiléia,
Dizendo: Convém que o Filho do homem seja entregue nas mãos de homens pecadores, e seja crucificado, e ao terceiro dia ressuscite.
E lembraram-se das suas palavras.

Mas, depois de eu ressuscitar, irei adiante de vós para a Galiléia.
Mateus26:32


O anjo lhes ordenou que fosse dizer aos discípulos o ocorrido, ficando estas muito felizes, e indo elas eis que Jesus lhes aparece ressuscitado:

“Ide pois, imediatamente, e dizei aos seus discípulos que já ressuscitou dentre os mortos. E eis que ele vai adiante de vós para a Galiléia; ali o vereis. Eis que eu vo-lo tenho dito.
E, saindo elas pressurosamente do sepulcro, com temor e grande alegria, correram a anunciá-lo aos seus discípulos.
E, indo elas a dar as novas aos seus discípulos, eis que Jesus lhes sai ao encontro, dizendo: Eu vos saúdo. E elas, chegando, abraçaram os seus pés, e o adoraram.
Então Jesus disse-lhes: Não temais; ide dizer a meus irmãos que vão à Galiléia, e lá me verão.
Mateus28:7-10

Atentemos que não era apenas uma aparição, mas real, tanto que lhes abraçaram os pés em adoração.
Atentemos bem, pois não fora o espírito somente de Jesus, mas sim ressuscitado com o corpo,glorificado, deixando o túmulo vazio.
Aleluia! Jesus ressuscitou! Vive e Reina eternamente!


“Mas ide, dizei a seus discípulos, e a Pedro, que ele vai adiante de vós para a Galiléia; ali o vereis, como ele vos disse.
E, saindo elas apressadamente, fugiram do sepulcro, porque estavam possuídas de temor e assombro; e nada diziam a ninguém porque temiam.
E Jesus, tendo ressuscitado na manhã do primeiro dia da semana, apareceu primeiramente a Maria Madalena, da qual tinha expulsado sete demônios.
E, partindo ela, anunciou-o àqueles que tinham estado com ele, os quais estavam tristes, e chorando.
E, ouvindo eles que vivia, e que tinha sido visto por ela, não o creram.
Marcos16:1-11

E, voltando do sepulcro, anunciaram todas estas coisas aos onze e a todos os demais.
E eram Maria Madalena, e Joana, e Maria, mãe de Tiago, e as outras que com elas estavam, as que diziam estas coisas aos apóstolos.
E as suas palavras lhes pareciam como desvario, e não as creram.
Pedro, porém, levantando-se, correu ao sepulcro e, abaixando-se, viu só os lençóis ali postos; e retirou-se, admirando consigo aquele caso.
Lucas24:9-12

Atentemos que mesmo tendo Jesus dito várias vezes em vida sobre sua ressurreição, os discípulos ainda assim não acreditaram no testemunho das mulheres, estavam reunidos em tristeza.

Vejamos ainda como João relata o ocorrido:

“ E no primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao sepulcro de madrugada, sendo ainda escuro, e viu a pedra tirada do sepulcro.
Correu, pois, e foi a Simão Pedro, e ao outro discípulo, a quem Jesus amava, e disse-lhes: Levaram o Senhor do sepulcro, e não sabemos onde o puseram.
Então Pedro saiu com o outro discípulo, e foram ao sepulcro.
E os dois corriam juntos, mas o outro discípulo correu mais apressadamente do que Pedro, e chegou primeiro ao sepulcro.
E, abaixando-se, viu no chão os lençóis; todavia não entrou.
Chegou, pois, Simão Pedro, que o seguia, e entrou no sepulcro, e viu no chão os lençóis,
E que o lenço, que tinha estado sobre a sua cabeça, não estava com os lençóis, mas enrolado num lugar à parte.
Então entrou também o outro discípulo, que chegara primeiro ao sepulcro, e viu, e creu.
Porque ainda não sabiam a Escritura, que era necessário que ressuscitasse dentre os mortos.
Tornaram, pois, os discípulos para casa.
E Maria estava chorando fora, junto ao sepulcro. Estando ela, pois, chorando, abaixou-se para o sepulcro.
E viu dois anjos vestidos de branco, assentados onde jazera o corpo de Jesus, um à cabeceira e outro aos pés.
E disseram-lhe eles: Mulher, por que choras? Ela lhes disse: Porque levaram o meu Senhor, e não sei onde o puseram.
E, tendo dito isto, voltou-se para trás, e viu Jesus em pé, mas não sabia que era Jesus.
Disse-lhe Jesus: Mulher, por que choras? Quem buscas? Ela, cuidando que era o hortelão, disse-lhe: Senhor, se tu o levaste, dize-me onde o puseste, e eu o levarei.
Disse-lhe Jesus: Maria! Ela, voltando-se, disse-lhe: Raboni, que quer dizer: Mestre.
Disse-lhe Jesus: Não me detenhas, porque ainda não subi para meu Pai, mas vai para meus irmãos, e dize-lhes que eu subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus.
Maria Madalena foi e anunciou aos discípulos que vira o Senhor, e que ele lhe dissera isto.
João20:1-18



Atentemos que apenas um dos discípulos, provavelmente o próprio João que narra, creu na ressurreição de Jesus logo de imediato.
Jesus aparece a Maria, lhe chamando: Mulher, por que choras? no entanto esta não o estava olhando, e achando que era o jardineiro, lhe indaga sobre Jesus, Mas atentemos de como Jesus lhe chama novamente pelo próprio nome, e ela imediatamente o reconhece.
E é assim que Jesus nos chama individualmente por nossos próprios nomes, e nós estamos ouvindo seu chamar? Estamos reconhecendo sua voz? Cremos fielmente que Vivo está e que Reina sobre nós? Estamos obedecendo como Maria fez ali?

Vejamos ainda o que acontece com a guarda que estava ali presente:


E, quando iam, eis que alguns da guarda, chegando à cidade, anunciaram aos príncipes dos sacerdotes todas as coisas que haviam acontecido.
E, congregados eles com os anciãos, e tomando conselho entre si, deram muito dinheiro aos soldados,
Dizendo: Dizei: Vieram de noite os seus discípulos e, dormindo nós, o furtaram.
E, se isto chegar a ser ouvido pelo presidente, nós o persuadiremos, e vos poremos em segurança.
E eles, recebendo o dinheiro, fizeram como estavam instruídos. E foi divulgado este dito entre os judeus, até ao dia de hoje.
Mateus28:11-15

Atentemos muito bem, os guardas deram seu testemunho aos príncipes dos sacerdotes, que não o creram,  que se reunindo em conselho com os anciãos resolveram subornar aquele testemunho, os fazendo por testemunhas falsas, de que haviam dormido e enquanto isto os discípulos roubaram o corpo de Jesus, veja bem aqueles guardas que mesmo testemunhando pessoalmente todo o ocorrido não se renderam a Jesus mas aceitaram o suborno, e tal falso testemunho é tido como verdade a muitos até os dias de hoje.

Agora depende de nós crermos ou não, temos por escrito as Palavras de Jesus ainda em vida em seu ministério predizendo sua morte e ressurreição ao terceiro dia, temos o relato e testemunho ocular dos discípulos que narraram o evangelho, que mais pra frente ainda estarão com os demais juntos pessoalmente com Jesus e Dele receberão o Espirito Santo conforme prometido, e ai sim todos creram e de tudo nos deixou o testemunho registrado na Bíblia.

“Desde então começou Jesus a mostrar aos seus discípulos que convinha ir a Jerusalém, e padecer muitas coisas dos anciãos, e dos principais dos sacerdotes, e dos escribas, e ser morto, e ressuscitar ao terceiro dia.
Mateus16:21
“Ora, achando-se eles na Galiléia, disse-lhes Jesus: O Filho do homem será entregue nas mãos dos homens;
E matá-lo-ão, e ao terceiro dia ressuscitará. E eles se entristeceram muito.
Mateus17:22,23
“Eis que vamos para Jerusalém, e o Filho do homem será entregue aos príncipes dos sacerdotes, e aos escribas, e condená-lo-ão à morte.
E o entregarão aos gentios para que dele escarneçam, e o açoitem e crucifiquem, e ao terceiro dia ressuscitará
Mateus20:18,19


Jesus fora o Único ressuscitado que glorificado voltou ao céu, pois temos as ressurreições que Jesus e os discípulos operaram, mas todas foram vidas restauradas que depois viriam a morrer exatamente como todo ser humano morre em carne, que fora o preço do pecado em Adão, e Jesus como homem também morreu, e sem pecado algum, mas por todos nós também morreu, mas ressuscitou, único que deixou o túmulo vazio, e vivo e glorificado fora elevado aos céus, único assim ressuscitado para vida eterna, no qual a teremos também!

Jesus realmente venceu a morte por nós!

“Mas de fato Cristo ressuscitou dentre os mortos, e foi feito as primícias dos que dormem.
Porque assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem.
Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo.
Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na sua vinda.
1Coríntios 15:20-23


Depende de mim, depende de você, crermos ou não, temos o Espirito Santo para nos confirmar, é aceitar ou não!
É termos esta esperança no porvir, a vida eterna em Cristo Jesus, ou viver simplesmente por viver sem razão, sem esperança, e ainda pior com a condenação eterna do pecado.


Infelizmente ainda há muitos que não creem, há ainda uma multidão que declaradamente anula o sacrifício de Jesus na Cruz e sua ressurreição, mas o pior ainda é que tem aqueles que dizem crer, mas não vivem uma vida deste testemunho, ainda não se renderam totalmente ao Deus Todo Poderoso aceitando de sua maravilhosa graça redentora e salvadora, colocam outros meios, outros sacrifícios, outras coisas terrenas, força própria, até mesmo outros nomes que não o de Jesus para uma salvação que é totalmente ilusória.

Que entendamos de uma vez por todas que fora Jesus, o Cordeiro Santo, Único sacrifício aceitável a Deus, Único Suficiente para nos resgatar do pecado, nos redimir, nos purificar e dar a salvação,único que nos leva a Deus, que não há mais nada, nenhum esforço nosso, e ninguém que o possa substituir ou ser necessário estar com Ele para nossa salvação, que é única e exclusivamente em Cristo Jesus que chegamos a Deus, Único que fora ressuscitado para viver e reinar sobre nossas vidas, e se assim o aceitarmos logo temos que lhe ser por servos pois é Senhor sobre nossas vidas. E à Ele devemos então obediência e Ele nos será por Redentor e Salvador. E seremos Nele co-herdeiros da maior herança que existe, o reino dos céus.

E quer creiamos ou não em breve Jesus voltará em Glória para levar ao reino do céus os que são seus, e caberá o inferno aos demais.
A parte de Deus está feita, agora depende de cada um de nós individualmente crer, aceitar e obedecer.
Não sou eu que o digo, mas tudo registrado nas Escrituras Sagradas, na Bíblia, a qual devemos consultar diariamente para colocar em prática em nosso viver a vontade de Deus, e sua vontade é que todos sejam salvos em Cristo Jesus!

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
João3:16


“E o que vivo e fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre. Amém. E tenho as chaves da morte e do inferno.
Apocalipse1:18





Se ainda tem dúvidas e quer sim ainda refletir, indico um site que mistura a história aos acontecimentos bíblicos

http://avida.livingwater.me/2016/04/12/a-ressurreicao-estoria-ridicula-ou-historia-real/

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Versículos do dia: Sepultamento de Jesus


E José, tomando o corpo, envolveu-o num fino e limpo lençol,
Mateus27:59

E o pôs no seu sepulcro novo, que havia aberto em rocha, e, rodando uma grande pedra para a porta do sepulcro, retirou-se.
Mateus27:60








Estando Jesus morto, alguém tinha que lhe sepultar, requerer o corpo a Pilatos, no que temiam os seus, mas eis que é já era providenciado por Deus um sepultamento digno a Jesus, e veio então José de Arimatéia, já preparado, discípulo também de Jesus só que em oculto, que esperava pelo reino dos céus, mas era um senador respeitado, e assim ousadamente vai até Pilatos pedir o corpo de Jesus, é o relatado pelos quatro evangelhos:


“E, vinda já a tarde, chegou um homem rico, de Arimatéia, por nome José, que também era discípulo de Jesus.
Este foi ter com Pilatos, e pediu-lhe o corpo de Jesus. Então Pilatos mandou que o corpo lhe fosse dado.
“E, chegada a tarde, porquanto era o dia da preparação, isto é, a véspera do sábado,
Chegou José de Arimatéia, senador honrado, que também esperava o reino de Deus, e ousadamente foi a Pilatos, e pediu o corpo de Jesus.
E Pilatos se maravilhou de que já estivesse morto. E, chamando o centurião, perguntou-lhe se já havia muito que tinha morrido.
E, tendo-se certificado pelo centurião, deu o corpo a José;

“E eis que um homem por nome José, senador, homem de bem e justo,
Que não tinha consentido no conselho e nos atos dos outros, de Arimatéia, cidade dos judeus, e que também esperava o reino de Deus;
Esse, chegando a Pilatos, pediu o corpo de Jesus;

“Depois disto, José de Arimatéia (o que era discípulo de Jesus, mas oculto, por medo dos judeus) rogou a Pilatos que lhe permitisse tirar o corpo de Jesus. E Pilatos lho permitiu. Então foi e tirou o corpo de Jesus.
E foi também Nicodemos (aquele que anteriormente se dirigira de noite a Jesus), levando quase cem arráteis de um composto de mirra e aloés.

José de Arimatéia a tudo tinha acompanhado, no entanto não consentiu em nada com a condenação de Jesus, era homem de bem e justo. Atentemos que segundo João foi com ele também Nicodemos, um dos principais dos judeus, que tivera ido até Jesus que lhe pregou sobre o nascer de novo (João3:1-15), homem rico que levou o balsamo, ervas e óleos perfumados para o sepultamento.
Imaginemos a coragem destes dois de irem até Pilatos requerer o corpo, eles que seguiam Jesus as escondidas com medo dos judeus, que eram membros do Sinédrio, e nesta hora revelam sua fé, sem se importarem se não seriam pegos pelos demais dos príncipes dos sacerdotes e fariseus, mas enfrentam e vão na fé.
E assim prepararam o corpo:


E José, tomando o corpo, envolveu-o num fino e limpo lençol,
E o pôs no seu sepulcro novo, que havia aberto em rocha, e, rodando uma grande pedra para a porta do sepulcro, retirou-se.
E estavam ali Maria Madalena e a outra Maria, assentadas defronte do sepulcro.
Mateus27:59-61

Tomaram, pois, o corpo de Jesus e o envolveram em lençóis com as especiarias, como os judeus costumam fazer, na preparação para o sepulcro.
E havia um horto naquele lugar onde fora crucificado, e no horto um sepulcro novo, em que ainda ninguém havia sido posto.
Ali, pois (por causa da preparação dos judeus, e por estar perto aquele sepulcro), puseram a Jesus.
João19:40-42

E assim teve Jesus um sepultamento digno, colocado em um sepulcro novo, onde ninguém fora sepultado antes, com preparação e sepultura ricamente doados por José de Arimatéia e Nicodemos.   E a tudo acompanhava Maria Madalena e outra Maria que haviam seguido Jesus.

E puseram a sua sepultura com os ímpios, e com o rico na sua morte; ainda que nunca cometeu injustiça, nem houve engano na sua boca.

E os principais dos sacerdotes e os fariseus com medo de que roubassem o corpo de Jesus para simular uma ressurreição, conforme Jesus pregara por diversas vezes as multidões que ressuscitaria, foram pedir a Pilatos que guardassem o sepulcro.

“ E no dia seguinte, que é o dia depois da Preparação, reuniram-se os príncipes dos sacerdotes e os fariseus em casa de Pilatos,
Dizendo: Senhor, lembramo-nos de que aquele enganador, vivendo ainda, disse: Depois de três dias ressuscitarei.
Manda, pois, que o sepulcro seja guardado com segurança até ao terceiro dia, não se dê o caso que os seus discípulos vão de noite, e o furtem, e digam ao povo: Ressuscitou dentre os mortos; e assim o último erro será pior do que o primeiro.
E disse-lhes Pilatos: Tendes a guarda; ide, guardai-o como entenderdes.
E, indo eles, seguraram o sepulcro com a guarda, selando a pedra.
Mateus27:62-66


Atentemos que tudo se deu para que não restassem dúvidas sobre a consumação do sacrifício de Jesus na cruz, Ele ter sido transpassado, seu sangue derramado, ter sido preparado para o sepultamento, ser sepultado em túmulo com grande pedra o fechando, e ainda sendo guardado por guardas dos principais dos sacerdotes e fariseus.

Sim o sacrifício perfeito em prol da humanidade fora totalmente consumado, desde o Getêsemani até ali na cruz e sepulcro, e tantos testemunhos deixados a nós.
A maior declaração de Amor que o homem poderia ter recebido.
É crer ou não crer. É aceitar ou não aceitar. É se render a Jesus ou anular seu sacrifício negando-o. É cumprir ou não com os ensinamentos e mandares de Jesus. Depende de mim! Depende de você!

E como discípulos de Jesus hoje nós agimos de que forma , como os discípulos declarados, mas que na hora do sofrimento fugiram e assim ainda com medo não foram requerer o corpo de Jesus, ou diante de tal ato consumado nos encorajamos a declarar nossa fé como José de Arimatéa e Nicodemos, sem nos importarmos em que situação encontra-se nossa vida aqui na terra?


domingo, 20 de agosto de 2017

Versículos do dia: A morte de Jesus


E Jesus, clamando outra vez com grande voz, rendeu o espírito.
Mateus27:50

E eis que o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo; e tremeu a terra, e fenderam-se as pedras;
Mateus27:51








“E desde a hora sexta houve trevas sobre toda a terra, até à hora nona.
E perto da hora nona exclamou Jesus em alta voz, dizendo: Eli, Eli, lamá sabactâni; isto é, Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?
E alguns dos que ali estavam, ouvindo isto, diziam: Este chama por Elias,
E logo um deles, correndo, tomou uma esponja, e embebeu-a em vinagre, e, pondo-a numa cana, dava-lhe de beber.
Os outros, porém, diziam: Deixa, vejamos se Elias vem livrá-lo.
E Jesus, clamando outra vez com grande voz, rendeu o espírito.



Jesus estava na cruz injustamente perante todos os tribunais terrenos, tudo para se cumprir com o plano de salvação de Deus para com o homem, e estavam ali os incrédulos escarnecendo de Jesus, no entanto o tribunal celestial se reguardava para justiça, e abalou-se a estrutura do dia, por volta do meio dia, horário que o sol é mais ardente, houve trevas, o sol deixou de brilhar por toda a terra, até as três horas da tarde, horário em que se ofereciam sacrifícios no templo, e bem nesta hora o próprio Deus se fazia em sacrifício eterno através de Jesus.
Ali naquele momento na cruz Jesus se sente só, tamanho era seu sofrimento que nem mais o anjo do Senhor o podia sustentar, horário em que recai sobre Jesus o pecado de toda a humanidade, e o próprio Deus não podia lhe colocar os olhos por causa do pecado, ficando Jesus completamente só, totalmente inocente, mas carregado de toda maldição do pecado, e clama ao Pai por que o tinha desamparado!
Coisas que nos são reveladas, mas naquele momento os que ali se encontravam nem imaginavam o que estava acontecendo, alguns até diziam que Jesus chamava por Elias, um até quis lhe dar de beber, outros diziam que o deixasse pois talvez Elias o viesse salvar.
E Jesus em um grande bramido, já não suportando o peso de todo o pecado, tamanha dor, tanto física como mental como espiritual, entrega seu espírito ao Pai.

Depois, sabendo Jesus que já todas as coisas estavam terminadas, para que a Escritura se cumprisse, disse: Tenho sede.
Estava, pois, ali um vaso cheio de vinagre. E encheram de vinagre uma esponja, e, pondo-a num hissopo, lha chegaram à boca.
E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito.
João19:28-30

Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? Por que te alongas do meu auxílio e das palavras do meu bramido?
Salmos22:1
Deram-me fel por mantimento, e na minha sede me deram a beber vinagre
Salmos69:21
A minha força se secou como um caco, e a língua se me pega ao paladar; e me puseste no pó da morte
Salmos22:15
Nas tuas mãos encomendo o meu espírito; tu me redimiste, Senhor Deus da verdade.
Salmos31:5

Atentemos que tudo já era plano de Deus, tudo já houvera sido profetizado anteriormente, e Deus o fez cumprir.
Deus não poupou a vida de seu próprio filho por amor a nós. Que Amor é este por mim e por você!
Deus sentiu ali a morte do homem em seu filho, e não suportando e não podendo se render vendo a tamanha maldição do pecado, lhe dá as costas, e Jesus ficando completamente só e desamparado, assumindo todo o pecado e sua maldição, entrega o próprio espírito ao Pai.

Atentemos que Jesus não morre simplesmente, Ele se rende, se entrega, assume a cruz, dá a própria vida, desde o Getêsemani, até ali quando entrega o espírito ao Pai, já com tantos desgastes de sofrimento e agonia, sofrendo a morte carnal.

“E eis que o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo; e tremeu a terra, e fenderam-se as pedras;
E abriram-se os sepulcros, e muitos corpos de santos que dormiam foram ressuscitados;
E, saindo dos sepulcros, depois da ressurreição dele, entraram na cidade santa, e apareceram a muitos.
E o centurião e os que com ele guardavam a Jesus, vendo o terremoto, e as coisas que haviam sucedido, tiveram grande temor, e disseram: Verdadeiramente este era o Filho de Deus.
E estavam ali, olhando de longe, muitas mulheres que tinham seguido Jesus desde a Galiléia, para o servir;
Entre as quais estavam Maria Madalena, e Maria, mãe de Tiago e de José, e a mãe dos filhos de Zebedeu.
Mateus27:51-56

“E toda a multidão que se ajuntara a este espetáculo, vendo o que havia acontecido, voltava batendo nos peitos.
E todos os seus conhecidos, e as mulheres que juntamente o haviam seguido desde a Galiléia, estavam de longe vendo estas coisas.
Lucas23:44-49

Tamanho fora o acontecido que rasgou-se o véu do templo em dois, por completo, de alto a baixo, havendo naquele momento terremotos em toda a terra, e até as pedras se dividiam. Sepulcros foram abertos e houve até ressurreições. O que deixou assustados os centuriões que guardavam a Jesus, os quais reconheceram ser Jesus o Filho de Deus por tais sinais.
Mas a multidão que ali se ajuntara para ver a crucificação, sai batendo no peito, ainda diante de todo o ocorrido se gabando. E mais adiante estavam só observando e sendo testemunhas as pessoas que estiveram com Jesus mais de perto, que o seguia com interesse em seus ensinamentos, até mesmo mulheres que o seguiam desde a Galiléia, e que o serviam com seus bens.

Atentemos muito bem ao que significa o 'rasgar do véu do templo', além de ser algo físico que não deveria acontecer, pois não se tratava de um véu frágil que conhecemos hoje, mas tecido de linho fino torcido, muito resistente, até a deterioração resistia, cuja obra prima era de fios de ouro e de purpura bordados de querubins, mas sim ali como véu para encobrir o lugar santíssimo, que abrigava a arca do testemunho, o 'Santo dos Santos', uma separação entre aquele altar e o santuário. Compreendamos o significado espiritual deste véu ter se rompido por completo deixando sem separação o santuário, pois ali naquele local encoberto pelo véu somente os sumo sacerdotes podiam entrar para orar pelo povo, e havia todo um ritual na lei que envolvia a entrada e permanência destes ali onde representava ter a presença Santa de Deus, pois eles eram intermediários entre o povo e Deus, e tudo isto estava rompido com a morte de Jesus, pois com sua ressurreição e ascensão ao Pai, passa a ser o Único intermediário entre Deus e o homem, além de nos ter deixado Seu Santo Espirito para conosco estar, para em nós mesmos fazer morada, ou seja hoje somos nós o templo, em nós achamos o lugar do Santo dos Santos, onde em qualquer lugar, hora ou circunstância temos sim acesso direto com Jesus.

Depois farás um véu de azul, e púrpura, e carmesim, e de linho fino torcido; com querubins de obra prima se fará.
E colocá-lo-ás sobre quatro colunas de madeira de acácia, cobertas de ouro; seus colchetes serão de ouro, sobre quatro bases de prata.
Pendurarás o véu debaixo dos colchetes, e porás a arca do testemunho ali dentro do véu; e este véu vos fará separação entre o santuário e o lugar santíssimo,
Êxodo26:31-33

Atentemos ainda o que João nos relata com relação da morte de Jesus:


Os judeus, pois, para que no sábado não ficassem os corpos na cruz, visto como era a preparação (pois era grande o dia de sábado), rogaram a Pilatos que se lhes quebrassem as pernas, e fossem tirados.
Foram, pois, os soldados, e, na verdade, quebraram as pernas ao primeiro, e ao outro que como ele fora crucificado;
Mas, vindo a Jesus, e vendo-o já morto, não lhe quebraram as pernas.
Contudo um dos soldados lhe furou o lado com uma lança, e logo saiu sangue e água.
E aquele que o viu testificou, e o seu testemunho é verdadeiro; e sabe que é verdade o que diz, para que também vós o creiais.
Porque isto aconteceu para que se cumprisse a Escritura, que diz: Nenhum dos seus ossos será quebrado.
E outra vez diz a Escritura: Verão aquele que traspassaram.
João19:31-37


Atentemos que era sexta-feira ainda, e como não queriam os soldados ficarem guardando os crucificados no dia de sábado, pediram a Pilatos para quebrarem as pernas daqueles antecipando-lhes a morte e fossem dali tirados, E assim foram e quebraram as pernas dos dois ladrões crucificados para tanto, no entanto quando chegaram em Jesus, verificaram que este já havia morrido então não foi necessário lhe quebrar as pernas, mesmo assim ainda um dos soldados para confirmar aquela morte furou o lado de Jesus com uma lança, e dali saiu o sangue e água, do que testificou.
Atentemos que este testemunho ainda mais nos dá a certeza de que o próprio Jesus dera ali a sua vida, e ali ficou seu sangue derramado por nós. E tudo também já profetizado anteriormente, para que de nada no plano de Deus fique em dúvida.

Ele lhe guarda todos os seus ossos; nem sequer um deles se quebra.
Salmos34:20
Dela nada deixarão até à manhã, e dela não quebrarão osso algum; segundo todo o estatuto da páscoa a celebrarão.
Números9:12

Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e prantearão sobre ele, como quem pranteia pelo filho unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito.
Zacarias12:10

Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém.
Apocalipse1:7



Atentemos ainda do quanto significado tem também a morte de Jesus por ocasião da páscoa dos judeus, pois comemoravam a libertação que Deus os dera do Egito os levando para a terra prometida, dias em que faziam seus sacrifícios de purificação, todo um ritual, que já não bem recebidos por Deus, pois já haviam corrompido totalmente a lei, sacrifício incompleto sempre, pois renovado de ano em ano.
E Jesus fora o único sacrifício perfeito e agradável a Deus, o Cordeiro Santo, puro e imaculado, que cujo sangue sim nos fica para purificação, para libertação do cativeiro do mal, nos resgatando do lamaçal do pecado para uma vida eterna no reino dos céus, cuja água ali vertida junto sim nos lava de toda impureza. Sacrifício único, real e por toda a eternidade. .O que fora ressuscitado e voltou ao Pai, que hoje vive e reina eternamente, esta a nossa Pascoa, a lembrança mais viva que temos que ter em nossas vidas com esperança do por vir.
Que entendamos de uma vez por todas que se houvesse outro meio para esta purificação, quer seja com sacrifícios carnais ou espirituais, com reencarnações ou outro tipo de sobrenatural, com esforços do próprio homem, ou qualquer outra coisa, Deus o teria realizado e aceito em nós, e pouparia a vida de Seu Filho Amado. Mas Deus, o Criador conhece muito bem sua criatura, e provou sua morte através de Jesus ali na cruz, o Cordeiro Santo que nos trás a Paz, que nos reconcilia com Deus, que nos garante a vida eterna para qual fomos criados. Nossa esperança no por vir. Nossa salvação. Único e Suficiente!

Que Amor é este de Jesus por nós? A maior declaração de Amor já manifestada na terra.
A morte de Jesus fora em nosso lugar! Foi por mim! Foi por você!

A Nova e eterna aliança de Deus para conosco, selada pelo sangue de Jesus ali na cruz, temos todos acesso ao Pai através de Cristo Jesus, mas que entendamos tão somente através de Cristo Jesus. E depende de nós o aceitarmos ou não. 

Porque isto é o meu sangue, o sangue do novo testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados
Mateus26:28

Mas agora alcançou ele ministério tanto mais excelente, quanto é mediador de uma melhor aliança que está confirmada em melhores promessas.
Hebreus8:6

E por isso é Mediador de um novo testamento, para que, intervindo a morte para remissão das transgressões que havia debaixo do primeiro testamento, os chamados recebam a promessa da herança eterna.
Hebreus9:15
“Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam; João 5: 39”

C O M P A R T I L H A R... isto é viver...é aprender...






Recomendo que clique no link indicado no final de cada postagem efetuada só com a introdução, para leitura integral do texto publicado na íntegra na folha CONTINUA.