Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. João 14:6

__________________VERSÍCULOS DO DIA ______________

E, quando o viram, o adoraram; mas alguns duvidaram. Mateus28:17
Finalmente apareceu aos onze, estando eles assentados juntamente, e lançou-lhes em rosto a sua incredulidade e dureza de coração, por não haverem crido nos que o tinham visto já ressuscitado. Marcos16:14
>
- se preferir texto parado, pare o mouse sobre o versículo-

Abaixo publico algumas anotações sobre estes versículos.
Não deixe de ler as citações bíblicas, pois delas é que compartilho
* Deus nos abençoe *
***
*Faça a sua reflexão sobre estes versículos, pois DEUS quer falar diretamente com você, lembre-se que ELE te chama pelo seu nome e quer escrevê-lo e mantê-lo no Livro da Vida Eterna.*
***

(Se necessário, ATUALIZE A FOLHA PARA VISUALIZAR AS ANOTAÇÕES DOS VERSÍCULOS DE HOJE
http://wwwcompartilhar.blogspot.com/


domingo, 23 de julho de 2017

Versículos do dia: Perdão ao irmão


Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, ganhaste a teu irmão;
Mas, se não te ouvir, leva ainda contigo um ou dois, para que pela boca de duas ou três testemunhas toda a palavra seja confirmada.- Mateus18:15,16

Então Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete?
Jesus lhe disse: Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete.
Mateus18:21,22






Somos todos suscetíveis ao pecado, ainda que já resgatados por Jesus continuamos humanos e pela própria natureza pecamos, o que não podemos é viver em pecado. E assim pode nosso próprio irmão na igreja pecar contra nós, assim como qualquer outra pessoa, e Jesus nos ensina que devemos perdoar, no entanto temos que deixar a situação esclarecida e resolvida, sem guardar ressentimentos, para tanto temos que conversar, com o que pecou, a sós, e tentar resolver a questão, se por este formos ouvidos, glórias a Deus, ganhamos ao irmão. No entanto, se não for resolvido assim, temos ainda que tentar resolver, mas ai já com testemunhas, entendamos que não nos basta uma testemunha tem que ser por no mínimo duas, mas que também não entre muitos, mas que toda a palavra com que conversarmos com o que pecou fique confirmada. Se ainda assim não se resolver a questão, devemos então levar a liderança da igreja, a toda a igreja, e se ainda assim não der ouvidos, ai sim que seja então considerado como quem não fora convertido, alguém sem fé cristã. Pois esta autoridade fora dada por Jesus, o de perdoarmos ou reter perdão, no entanto que seja assim na igreja, reunida em nome de Jesus.


Ora, se teu irmão pecar contra ti, vai, e repreende-o entre ti e ele só; se te ouvir, ganhaste a teu irmão;
Mas, se não te ouvir, leva ainda contigo um ou dois, para que pela boca de duas ou três testemunhas toda a palavra seja confirmada.
E, se não as escutar, dize-o à igreja; e, se também não escutar a igreja, considera-o como um gentio e publicano.
Em verdade vos digo que tudo o que ligardes na terra será ligado no céu, e tudo o que desligardes na terra será desligado no céu.
Também vos digo que, se dois de vós concordarem na terra acerca de qualquer coisa que pedirem, isso lhes será feito por meu Pai, que está nos céus.
Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.
Mateus18:15-20

Lembremos sempre que todos somos pecadores Que Jesus nos resgatou do lamaçal do pedado, das trevas, somente por isto que estamos na Luz. Que Jesus nos perdoa a todos os pecados, e se mesmo assim ainda pecarmos Ele nos é por Advogado perante Deus para nos purificar e perdoar. Que tenhamos isto sempre em mente quando alguém pecar contra nós, e da mesma forma como somos perdoados por Jesus, devemos perdoar.
Com os ensinamentos dados por Jesus, Pedro lhe indaga então de quantas vezes devemos perdoar a um irmão que pecar contra nós, se até sete vezes pergunta ele. Mas atentemos bem o que Jesus diz, que não sete mas setenta vezes sete. Atentemos ainda que isto em um dia, mas que não devemos nos calar e sim repreender ao que pecou, se este se arrepender a perdão devemos então perdoar, tantas quantas vezes for necessário.
Não devemos ficar calados, guardando magoas, pois assim também pecaremos, ficar aguardando um pedido de perdão mas sim dizer que fomos ofendidos, pois muita das vezes quem ofende nem se da conta de que ofendeu, por isto deve ser repreendido, e devemos então liberar o perdão.


Então Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete?
Jesus lhe disse: Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete.
Mateus18:21,22
Olhai por vós mesmos. E, se teu irmão pecar contra ti, repreende-o e, se ele se arrepender, perdoa-lhe.
E, se pecar contra ti sete vezes no dia, e sete vezes no dia vier ter contigo, dizendo: Arrependo-me; perdoa-lhe.
Lucas17:3,4

Ainda sobre o liberar perdão Jesus conta uma parábola, comparando novamente o reino dos céus com atitudes aqui na terra, que leiamos com muita atenção e meditação:

Por isso o reino dos céus pode comparar-se a um certo rei que quis fazer contas com os seus servos;
E, começando a fazer contas, foi-lhe apresentado um que lhe devia dez mil talentos;
E, não tendo ele com que pagar, o seu senhor mandou que ele, e sua mulher e seus filhos fossem vendidos, com tudo quanto tinha, para que a dívida se lhe pagasse.
Então aquele servo, prostrando-se, o reverenciava, dizendo: Senhor, sê generoso para comigo, e tudo te pagarei.
Então o Senhor daquele servo, movido de íntima compaixão, soltou-o e perdoou-lhe a dívida.
Saindo, porém, aquele servo, encontrou um dos seus conservos, que lhe devia cem dinheiros, e, lançando mão dele, sufocava-o, dizendo: Paga-me o que me deves.
Então o seu companheiro, prostrando-se a seus pés, rogava-lhe, dizendo: Sê generoso para comigo, e tudo te pagarei.
Ele, porém, não quis, antes foi encerrá-lo na prisão, até que pagasse a dívida.
Vendo, pois, os seus conservos o que acontecia, contristaram-se muito, e foram declarar ao seu senhor tudo o que se passara.
Então o seu senhor, chamando-o à sua presença, disse-lhe: Servo malvado, perdoei-te toda aquela dívida, porque me suplicaste.
Não devias tu, igualmente, ter compaixão do teu companheiro, como eu também tive misericórdia de ti?
E, indignado, o seu senhor o entregou aos atormentadores, até que pagasse tudo o que lhe devia.
Assim vos fará, também, meu Pai celestial, se do coração não perdoardes, cada um a seu irmão, as suas ofensas.
Mateus18:23-35


Lembremos que naquele tempo vendiam-se as pessoas como escravos, para saldarem dívidas com seus senhores, mas atentemos que aquele servo fica prostrado diante de seu senhor o reverenciando e clamando por misericórdias, pedindo tempo para saldar a dívida, o que de modo intimo moveu o coração do seu senhor, que lhe perdoou a dívida.
Saibamos que nós também como servos de Deus, se nos arrependermos de nossas falhas, nos prostrarmos e clamar por misericórdias seremos perdoados, mas atentemos bem que não adianta pedirmos mais tempo para pagarmos nossa dívida para com Deus, pois ninguém por si só consegue se purificar diante de Deus em tempo nenhum, nem por cousa nenhuma nesta terra, mas Deus é tão misericordioso que deu seu próprio Filho por sacrifício para remissão de nossos pecados.
E assim devíamos nós nos lembrarmos sempre, que o maior pecado contra Deus nos é perdoado através do sangue de Jesus.
Mas ainda há muitos que por bem pouco não perdoa a quem lhe ofende, mesmo ouvindo pedido de clemencia, como aquele servo que fora perdoado e não teve compaixão de seus conservos. Muitos até querem fazer justiça com as próprias mãos, ou buscam pela justiça terrena apenas para serem honrados, esquecendo-se o quão grandemente é perdoado por Jesus, e o quanto Jesus nos fortalece para que saibamos perdoar também.
Mas lembremos que Deus é Justo Senhor, e que de tudo fica ciente de nossos atos, e se não temos disposição de perdoarmos a quem nos ofende, da mesma forma nos cobrará nossas ofensas.
Lembremo-nos do quão isto é necessário observarmos em nosso viver terreno, para que estejamos sendo aceitos para o reino dos céus, vejamos novamente quando Jesus nos ensinou a orar a Deus, e na hora de pedirmos perdão que seja da forma como nós perdoamos aos nossos pecadores.
E bem sabemos não é nada fácil perdoarmos diante de algumas violências que nos é causada por outro, mas também isto devemos clamar a Deus que nos ajude a não cair em tentação de fazermos justiça com as próprias mãos, e nos lembrar do quão misericordioso é Ele para conosco para que possamos ser herdeiros do reino dos céus, que todo o poder Ele detêm, que a vingança pertence a Ele somente. Para que tenha misericórdia de nossa natureza humana e nos perdoe e nos ajude a perdoar assim como Ele nos perdoa.
Para que possamos perdoar e sermos por Deus perdoado.

“E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores;
E não nos conduzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém.
Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celestial vos perdoará a vós;
Se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai vos não perdoará as vossas ofensas.
Mateus6:12-15


Lembremos sim que Jesus nos deu autoridade para perdoarmos pecados ou retê-los, e somente com o Espirito Santo conosco é que podemos perdoar, que tenhamos bastante consciência do quão grande é o Amor de Deus para conosco, do quão incomparável fora o sacrifício de Jesus na cruz por nós.
Que em o Nome Santo de Jesus saibamos perdoar, como Ele nos perdoa, e que o Espirito Santo de Deus nos guie, pois somente contra Ele blasfêmias não serão perdoadas aos homens.

“E, havendo dito isto, assoprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo.
aqueles a quem perdoardes os pecados lhes são perdoados; e àqueles a quem os retiverdes lhes são retidos.
João20:22,23
Quem não é comigo é contra mim; e quem comigo não ajunta, espalha.
Portanto, eu vos digo: Todo o pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada aos homens.
E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro.
Mateus12:30-32

E para que seja estabelecia ordem nas igrejas, é levantado as lideranças, mas lembremos que todos são suscetíveis ao pecado, e da mesma forma deve ser feito no corpo de Cristo com relação ao perdoar, que não seja levantado falsa acusação, que haja sempre no mínimo duas ou três testemunhas, para que não haja precipitação na acusação, e nem mesmo tenha concordância com o pecado, e que assim sendo que seja repreendido na frente de toda a igreja o que pecar para que haja temor ao Senhor, para que não haja contaminações, mas que cada um saiba conservar a si mesmo puro diante de Deus em Cristo Jesus.
No entanto, que sobre tudo lembremos do quão grande é o Amor de Deus, e do mandamento de amar-nos uns aos outros, assim que tudo seja feito em amor, para que não haja brechas para que o maligno venha a se interferir.

“Não aceites acusação contra o presbítero, senão com duas ou três testemunhas.
Aos que pecarem, repreende-os na presença de todos, para que também os outros tenham temor.
Conjuro-te diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, e dos anjos eleitos, que sem prevenção guardes estas coisas, nada fazendo por parcialidade.
A ninguém imponhas precipitadamente as mãos, nem participes dos pecados alheios; conserva-te a ti mesmo puro.
1Timóteo 5:19-22
Porque, se alguém me contristou, não me contristou a mim senão em parte, para vos não sobrecarregar a vós todos.
Basta-lhe ao tal esta repreensão feita por muitos.
De maneira que pelo contrário deveis antes perdoar-lhe e consolá-lo, para que o tal não seja de modo algum devorado de demasiada tristeza.
Por isso vos rogo que confirmeis para com ele o vosso amor.
E para isso vos escrevi também, para por esta prova saber se sois obedientes em tudo.
E a quem perdoardes alguma coisa, também eu; porque, o que eu também perdoei, se é que tenho perdoado, por amor de vós o fiz na presença de Cristo; para que não sejamos vencidos por Satanás;
Porque não ignoramos os seus ardís.
2Coríntios 2:5-11



A falta de liberarmos perdão, a ira, o rancor, o desamor, nos aprisiona em nós mesmos, ao perdoar nos libertamos destas amarras, vivemos melhor e em paz. Não significa passar a mão sobre o pecado ou apagar algo feito, tudo tem suas consequências, bem como não é necessário conviver como se nada tivesse acontecido, por vezes isto nos é impossível, mas é viver em amor e paz. 
Que sejamos sempre revestidos do Amor de Deus, que aprendamos a perdoar uns aos outros as ofensas, assim como Cristo nos perdoa, para que reine a paz em nossos corações e em nosso meio.



“Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade;
Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também.
E, sobre tudo isto, revesti-vos de amor, que é o vínculo da perfeição.
E a paz de Deus, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos
Colossenses3:12-15

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam; João 5: 39”

C O M P A R T I L H A R... isto é viver...é aprender...






Recomendo que clique no link indicado no final de cada postagem efetuada só com a introdução, para leitura integral do texto publicado na íntegra na folha CONTINUA.