Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. João 14:6

__________________VERSÍCULOS DO DIA ______________

Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne. Gênesis2:24
Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de fornicação, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério. Mateus19:9
>
- se preferir texto parado, pare o mouse sobre o versículo-

Abaixo publico algumas anotações sobre estes versículos.
Não deixe de ler as citações bíblicas, pois delas é que compartilho
* Deus nos abençoe *
***
*Faça a sua reflexão sobre estes versículos, pois DEUS quer falar diretamente com você, lembre-se que ELE te chama pelo seu nome e quer escrevê-lo e mantê-lo no Livro da Vida Eterna.*
***

(Se necessário, ATUALIZE A FOLHA PARA VISUALIZAR AS ANOTAÇÕES DOS VERSÍCULOS DE HOJE
http://wwwcompartilhar.blogspot.com/


sábado, 11 de fevereiro de 2012

O evangelho de Jesus: 2- Registro da genealogia de Jesus Cristo (a)

 

  [obs: anotações quanto aos versículos de hoje ( sábado, 11/02/12), encontram-se logo abaixo esta publicação]

 

images (13)

Technorati Marcas:

 

 

-Boaz gerou Obede, e Obede gerou Jessé. Jessé gerou Eliabe, o seu filho mais velho; o segundo foi Abinadabe, o terceiro Siméia, o quarto Natanael, o quinto Radai, o sexto Ozém, e o sétimo Davi.
1 Crônicas 2:12-15

- Registro da genealogia de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão: -Mateus 1:1 

 

Refletimos antes que Jesus, estava no principio com Deus, era A Palavra de Deus na criação, o Próprio Deus, que se fez homem para resgatar o homem à Sua Santa Presença e proteção,  sendo que veio para trazer novamente a Luz do Criador à criatura que estava envolvida pelas trevas do maligno, para libertar o homem destas trevas. Para se fazer homem foi pelo mover de Seu Espirito Santo, enviou Deus a Jesus igualmente a qualquer outro homem, nascendo de uma mulher, com uma grande diferença, sem o pecado original, pois esta era virgem, e não foi gerado Jesus humanamente falando mas sim pelo Poder de Deus que o fez germinar em Maria. Pois bem assim como homem teve sua genealogia registrada na terra, e como Maria fora desposada por José que por obra também do mover do Espirito Santo de Deus, o aceitou como filho legítimo, sendo assim Jesus entre a descendência de Jose sendo como seu filho primogênito.

Agora para se relacionar a importância da genealogia de Jesus com seu ministério como homem, com as Boas Novas da Salvação por  Seu evangelho e sacrifício, vejamos o que nos diz as Escrituras sagradas,  sendo que Jesus veio para cumprir as Escrituras,  para que  ‘a promessa de Deus’ fosse realizada sobre o homem que estando distante de Deus que retornasse à Deus,  livramento e libertação do homem que estava em  ‘cativeiro’  pelas  ‘trevas do maligno satanás’ , assim vamos ao  inicio do registro desta genealogia com Abraão “  Registro da genealogia de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão: -Mateus 1:1 ‘ pois foi justamente Abraão que Deus ‘separou’, ‘chamou’ , para fazer ‘a promessa’,  a qual desde o inicio quando houve o primeiro pecado separando o primeiro casal de Deus, Este  já houvera planejado, sendo que os vestiu com  ‘peles’, antes de tira-los do jardim do Éden. Depois de muito tempo as novas gerações já estavam totalmente distantes de Deus.      Quando   Deus diz a Abrão: -“ Então o Senhor disse a Abrão: "Saia da sua terra, do meio dos seus parentes e da casa de seu pai, e vá para a terra que eu lhe mostrarei. "Farei de você um grande povo, e o abençoarei. Tornarei famoso o seu nome, e você será uma bênção. Abençoarei os que o abençoarem, e amaldiçoarei os que o amaldiçoarem; e por meio de você todos os povos da terra serão abençoados". Gênesis 12:1-3-   e, logo após ter Abrão ter chegado a terra de Canaã  : “ O Senhor apareceu a Abrão e disse: "À sua descendência darei esta terra". Abrão construiu ali um altar dedicado ao Senhor, que lhe havia aparecido. -Gênesis 12:7 “ Observemos aqui a ‘grande promessa’:  “ Farei de você um grande povo, e o abençoarei…e por meio de você todos os povos da terra serão abençoados “ assim Deus abençoando a Abrão, e através dele abençoaria ‘todos os povos da terra’, mas veja que antes já  dá ‘uma escolha a estes povos’ , sendo o que chamamos de ‘livre-arbítrio’ “Abençoarei os que o abençoarem, e amaldiçoarei os que o amaldiçoarem” . Observemos ainda quão grande foi a ‘fé’ ,  confiança  e obediência de  Abrão, que sem indagar nada a Deus, parte de ‘sua terra’ , agora maior fé ainda quando Deus lhe diz  “À sua descendência darei esta terra", Abrão nada indaga,  mesmo que sendo  Sarai, sua esposa estéril “ Ora, Sarai era estéril; não tinha filhos.-Gênesis 11:30” , apenas ergue um altar ao Senhor seu Deus. E, assim continuou de acordo com o mandar de Deus, até que em determinado momento Deus lhe  faz promessa de ter a posse de uma terra muito extensa : “ Disse o Senhor a Abrão, depois que Ló separou-se dele: "De onde você está, olhe para o Norte, para o Sul, para o Leste e para o Oeste: Toda a terra que você está vendo darei a você e à sua descendência para sempre. Tornarei a sua descendência tão numerosa como o pó da terra. Se for possível contar o pó da terra, também se poderá contar a sua descendência. Percorra esta terra de alto a baixo, de um lado a outro, porque eu a darei a você".Gênesis 13:14-17-  era por ‘toda a terra’ :-“o Norte, para o Sul, para o Leste e para o Oeste”, e novamente afirma que seria para a descendência de Abrão, mas Abrão mais uma vez nada indaga, e continua em frente de acordo com o mandar de Deus, e confiando somente em Deus, nada aceitando de parte do homem, mas esperando somente em Deus, vejamos um pequeno relato quanto a isto: “Então Melquisedeque, rei de Salém e sacerdote do Deus Altíssimo, trouxe pão e vinho e abençoou Abrão, dizendo: "Bendito seja Abrão pelo Deus Altíssimo, Criador dos céus e da terra. E bendito seja o Deus Altíssimo, que entregou seus inimigos em suas mãos". E Abrão lhe deu o dízimo de tudo. O rei de Sodoma disse a Abrão: "Dê-me as pessoas e pode ficar com os bens". Mas Abrão respondeu ao rei de Sodoma: "De mãos levantadas ao Senhor, Deus Altíssimo, Criador dos céus e da terra, juro que não aceitarei nada do que lhe pertence, nem mesmo um cordão ou uma correia de sandália, para que você jamais venha a dizer: ‘Eu enriqueci Abrão’. Gênesis 14:18-23 ” observemos aqui que o sacerdote e rei Melquisedeque abençoa a Abrão, e à  este Abrão entrega dízimo, refletindo vejo aqui que Abrão reconhece a Melquisedeque como sacerdote do Seu Deus, assim recebendo dele a benção, entrega-lhe o dizimo para Deus; mas nada aceita como despojo daquela ‘batalha’, pois sabia que a pela mão de Deus a  havia vencido, e esperava somente em Deus.

E em seguida,  Deus vem a Abrão novamente com a promessas, e já tendo observado a ‘fidelidade, fé, e confiança’ de Abrão, Deus lhe acresce ainda promessas até até que tome posse da ‘grande promessa:  “Depois dessas coisas o Senhor falou a Abrão numa visão: "Não tenha medo, Abrão! Eu sou o seu escudo; grande será a sua recompensa! "-Gênesis 15:1 “ lhe garante toda proteção, que nada deveria temer que lhe seria por ‘escudo’ e confirma a recompensa que teria na posse da benção. Mas naquele momento, Abrão vendo a sua situação, já velho em idade, sendo sua esposa estéril, indaga a Deus quanto ‘a promessa’ , não dela duvidando, mas achando que o seria sobre outra forma, que ‘a descendência a que se referia Deus se daria sobre um servo seu’, mas Deus lhe confirma a ‘promessa como fora dada’ e ainda lhe fala de forma esplêndida quanto à promessa: “ Mas Abrão perguntou: "Ó Soberano Senhor, que me darás, se continuo sem filhos e o herdeiro do que possuo é Eliézer de Damasco? "E acrescentou: "Tu não me deste filho algum! Um servo da minha casa será o meu herdeiro! "Então o Senhor deu-lhe a seguinte resposta: "Seu herdeiro não será esse. Um filho gerado por você mesmo será o seu herdeiro".Levando-o para fora da tenda, disse-lhe: "Olhe para o céu e conte as estrelas, se é que pode contá-las". E prosseguiu: "Assim será a sua descendência".Abrão creu no Senhor, e isso lhe foi creditado como justiça.Gênesis 15:2-6 ” e Abrão nada mais indaga, mesmo diante de estar vendo que humanamente isto lhe era impossível, mas apenas creu em Deus!

-“Quando Abrão estava com noventa e nove anos de idade o Senhor lhe apareceu e disse: "Eu sou o Deus Todo-poderoso; ande segundo a minha vontade e seja íntegro. Estabelecerei a minha aliança entre mim e você e multiplicarei muitíssimo a sua descendência". Abrão prostrou-se, rosto em terra, e Deus lhe disse: "De minha parte, esta é a minha aliança com você. Você será o pai de muitas nações. Não será mais chamado Abrão; seu nome será Abraão, porque eu o constituí pai de muitas nações. Eu o tornarei extremamente prolífero; de você farei nações e de você procederão reis. Estabelecerei a minha aliança como aliança eterna entre mim e você e os seus futuros descendentes, para ser o seu Deus e o Deus dos seus descendentes. Toda a terra de Canaã, onde agora você é estrangeiro, darei como propriedade perpétua a você e a seus descendentes; e serei o Deus deles. Gênesis 17:1-8 ” – “ Disse também Deus a Abraão: "De agora em diante sua mulher já não se chamará Sarai; seu nome será Sara. Eu a abençoarei e também por meio dela darei a você um filho. Sim, eu a abençoarei e dela procederão nações e reis de povos". Abraão prostrou-se, rosto em terra; riu-se e disse a si mesmo: "Poderá um homem de cem anos de idade gerar filhos? Poderá Sara dar à luz aos noventa anos? " E Abraão disse a Deus: "Permite que Ismael seja o meu herdeiro! " Então Deus respondeu: "Na verdade Sara, sua mulher, lhe dará um filho, e você lhe chamará Isaque. Com ele estabelecerei a minha aliança, que será aliança eterna para os seus futuros descendentes. E no caso de Ismael, levarei em conta o seu pedido. Também o abençoarei; eu o farei prolífero e multiplicarei muito a sua descendência. Ele será pai de doze príncipes e dele farei um grande povo. Mas a minha aliança, eu a estabelecerei com Isaque, filho que Sara lhe dará no ano que vem, por esta época". Gênesis 17:15-21” aqui vemos o quanto Deus é claro ‘em sua promessa’ , e Abrão, agora chamado de Abraão, não entendendo como seria ainda, se sentindo sem condições e com sua mulher, Sarai, agora já chamada de Sara,  ter um filho,  mesmo assim não duvida da promessa, mas novamente pede então que seu filho que tivera com a escrava seja ‘seu descendente para a promessa’ mas Deus É TODO PODEROSO e  confirma a Abraão que não, que a promessa seria sobre um  filho que teria com Sara, e ainda já lhe dá o nome a que se chamaria, qual seja Isaque, mas Deus vendo a sinceridade de Abraão em pedir por seu filho Ismael com a escrava, pois se sentindo ‘fraco’, lhe diz que sim abençoaria seu filho que já o tinha, mas ‘a promessa’  era com o filho dele com a esposa, com o qual firmaria a ‘aliança, para que fosse eterna,  a partir dai Abraão não vendo esta possibilidade humanamente falando, mas creu em Deus, e já neste dia começa a cumprir com todo o mandar que  Deus lhe dera ali.  No tempo determinado por Deus, ao enviar ‘anjos’ com ordenanças sobre outros povos, visita também a Abraão para novamente lhe confirmar a promessa : " Onde está Sara, sua mulher? ", perguntaram. "Ali na tenda", respondeu ele. Então disse o Senhor: "Voltarei a você na primavera, e Sara, sua mulher, terá um filho". Sara escutava à entrada da tenda, atrás dele. Abraão e Sara já eram velhos, de idade bem avançada, e Sara já tinha passado da idade de ter filhos. Por isso riu consigo mesma, quando pensou: "Depois de já estar velha e meu senhor já idoso, ainda terei esse prazer? " Mas o Senhor disse a Abraão: "Por que Sara riu e disse: ‘Poderei realmente dar à luz, agora que sou idosa? ’ Existe alguma coisa impossível para o Senhor? Na primavera voltarei a você, e Sara terá um filho" Sara teve medo, e por isso mentiu: "Eu não ri". Mas ele disse: "Não negue, você riu". Gênesis 18: 9-15 ” Observemos que novamente fica claro que humanamente não era possível, e Sara chega até a rir, se negando o fato de que ainda teria este ‘prazer’ em ser mãe, mas Deus diz não existir nada impossível para Ele, e Sara com ‘medo’ acaba por mentir, dizendo que não duvidou, não riu, mas é advertida, a não  negar ‘sua fraqueza’.

E no ‘devido tempo de Deus’, é cumprida esta ‘promessa’ : “ O Senhor foi bondoso com Sara, como lhe dissera, e fez por ela o que prometera. Sara engravidou e deu um filho a Abraão em sua velhice, na época fixada por Deus em sua promessa. Abraão deu o nome de Isaque ao filho que Sara lhe dera. Quando seu filho Isaque tinha oito dias de vida, Abraão o circuncidou, conforme Deus lhe havia ordenado.  Estava ele com cem anos de idade quando lhe nasceu Isaque, seu filho. E Sara disse: "Deus me encheu de riso, e todos os que souberem disso rirão comigo". E acrescentou: "Quem diria a Abraão que Sara amamentaria filhos? Contudo eu lhe dei um filho em sua velhice! " Gênesis 21:1-7- regozijemos-nos com tanta bondade de Deus, com quão Poderoso É,  pois bem sabia das ‘humilhações que Sara já havia passado por ser estéril, e mesmo que esta tenha ‘tido a fraqueza humana’ de no momento do anuncio  da promessa não crer, mas foi abençoada, e de tudo se alegr0u de tal forma que que queria disto partilhar para outros se alegrarem também, dar o testemunho do Poder de Deus! 

Passado algum tempo, Deus pôs Abraão à prova, dizendo-lhe: "Abraão! " Ele respondeu: "Eis-me aqui". Então disse Deus: "Tome seu filho, seu único filho, Isaque, a quem você ama, e vá para a região de Moriá. Sacrifique-o ali como holocausto num dos montes que lhe indicarei". Na manhã seguinte, Abraão levantou-se e preparou o seu jumento. Levou consigo dois de seus servos e Isaque seu filho. Depois de cortar lenha para o holocausto, partiu em direção ao lugar que Deus lhe havia indicado.
No terceiro dia de viagem, Abraão olhou e viu o lugar ao longe. Disse ele a seus servos: "Fiquem aqui com o jumento enquanto eu e o rapaz vamos até lá. Depois de adorarmos, voltaremos". Gênesis 22:1-5
” aqui  devemos refletir de quão grande era a fidelidade e fé de Abraão, primeiro sequer  'chora’ com tamanha ‘prova’ que Deus lhe pede, não o indaga sobre nada, nem mesmo sobre ‘a promessa, pois se ‘morto’ Isaque como esta se cumpriria? mas Abraão apenas crê e obedece em tudo a  Deus, indo para o momento de ‘sacrificar seu filho’ , e tamanha era sua fé, que naturalmente diz aos servos “ Depois de adorarmos, voltaremos” , veja diz ‘voltaremos’ ( fico aqui refletindo no que ele poderia estar pensando ali diante de tamanha oferta, e qual era esta sua fé que diz voltaremos, apenas cria que voltaria com seu filho, mais ia o sacrificar a Deus, talvez sua fé chegasse ao ponto de crer que Deus depois o ‘ressuscitaria’…. , não tem como ‘definir esta tamanha  fé de Abraão, mas ele cria! ).

Vejamos como o que se segue já esta  voltado ao sacrifício de Jesus na cruz, “ Então estendeu a mão e pegou a faca para sacrificar seu filho. Mas o Anjo do Senhor o chamou do céu: "Abraão! Abraão! " "Eis-me aqui", respondeu ele. "Não toque no rapaz", disse o Anjo. "Não lhe faça nada. Agora sei que você teme a Deus, porque não me negou seu filho, o seu único filho. " Abraão ergueu os olhos e viu um carneiro preso pelos chifres num arbusto. Foi lá, pegou-o e sacrificou-o como holocausto em lugar de seu filho. Abraão deu àquele lugar o nome de "O Senhor proverá". Por isso até hoje se diz: "No monte do Senhor se proverá". Pela segunda vez o Anjo do Senhor chamou do céu a Abraão e disse: "Juro por mim mesmo", declara o Senhor, "que por ter feito o que fez, não me negando seu filho, o seu único filho, esteja certo de que o abençoarei e farei seus descendentes tão numerosos como as estrelas do céu e como a areia das praias do mar. Sua descendência conquistará as cidades dos que lhe forem inimigos e, por meio dela, todos povos da terra serão abençoados, porque você me obedeceu". Gênesis 22:10-18- A fé Abraão era esta “O Senhor proverá” , e por ser assim tão fiel e confiante, Deus vem e declara afirmando ali ‘a sua promessa’ , observemos a ‘providência de Deus: ‘um carneiro pra sacrifício no lugar de Isaque’,  e sendo sobre este que estava ‘a promessa de Deus’  lhe poupa para que viesse a ‘se multiplicar’ confirmando assim sua promessa pela fidelidade e fé de  Abraão.

Depois foi Deus acrescendo ‘promessas e bênçãos’ sobre Isaque e sua descendência, sempre os guardando os guiando, e por mais que houvesse ‘rebeldes’ , ‘insensatos’ , os que de livre vontade se distanciavam de Deus, acabavam por seguir ‘deuses’ feitos por mãos de homens, Mas Deus em todo Seu Amor e sempre ‘fiel à Sua Promessa, sempre reservava um ‘remanescente’  sobre os quais poderia firmar ‘sua promessa’,  até que chega na geração em que um dos descendentes  de nome Obede gerou Jessé; e Jessé gerou o rei Davi, aqui chegamos ao primeiro versículo em referência na genealogia de Jesus, a qual apenas iria ficar também aqui em nossas reflexões registradas, mas em tudo que fomos direcionados para reflexão vem justamente de encontro com O Evangelhos de Jesus, vamos meditar bem sobre o ‘agir’ de Abraão, sua ‘fidelidade’ sua ‘fé’, sua ‘obediência’ com plena confiança de que “Deus Proverá”, o fato dele ter se ‘sentido fraco, humanamente falando incapacitado para que nele se realizasse o querer de Deus’  e o confessava a Deus, ainda procurando alternativas para cumprimento da promessa, pois nesta tinha fé; e,  mesmo sobre a fraqueza de Sara, e o fato de ter ‘mentido’ sem se dar conta de que Deus ‘sabe todas as coisas’  mas sendo ‘advertida não contestou’;  as diversas vezes em que Deus ‘confirma sua promessa a Abraão’ até chegar ao ponto de lhe pedir em sacrifício a Isaque, onde realmente vê que Abraão vai até as ultimas consequências em ‘sua fé’ em permanecer firme confiante Nele, momento em que ‘afirma a promessa em Isaque’;. Pois bem, mesmo que ‘regido pela lei’ Abraão agia de forma a ‘cumprir a lei’ mas já com ‘olhar e proceder totalmente voltado ao espiritual’ , esperando tão somente em Deus por recompensas e providências, mesmo ‘reconhecendo o Poderio de Deus’ com Ele é totalmente sincero e demonstra as suas ‘fraquezas humanas; o fato de ‘Deus perdoar a fraqueza humana de Sara, e ainda lhe conceder o desejo de seu coração’, são  exatamente estes ‘mover todos’  o motivo de ter vindo até aqui relatando passagens na história de Abraão com relação ‘a promessa de Deus’ pois todo este agir de Abraão é o que Deus quer de nós, segundo o seu mandar, a Sua Palavra que veio anunciar por Jesus, onde vemos fato já voltado ‘ao sacrifício de Jesus na Cruz’ para nos livrar da morte, como Isaque fora livre naquele momento em que por Deus foi providenciado o carneiro para sacrifício, pois Isaque era o filho da promessa , e nós hoje somos ‘os filhos de Deus’ na promessa através de Cristo Jesus; a forma como vinha a confirmar diversas vezes  sua promessa, já voltado ao Espirito Santo que nos enviou para estar constantemente nos lembrando do Evangelho das Boas Novas da Salvação em Cristo Jesus; a forma como ‘afirmou a promessa’ quando comprovou que Abraão fora firme até o fim, mesmo ao meio de grandes provas, cria e confia nas providências de Deus tão somente,  e,  exatamente o que quer de nós que nos mantemos ‘firme e confiantes’ até o final, naquele dia em que Jesus voltará para que ‘tudo seja consumado’, mesmo que em nossa caminhada haja provas e dificuldades mas que confiemos que Deus proverá sempre o ‘escape’ , para termos uma vida tranquila, e nossas recompensas serão maravilhosas, muito mais excelentes do que a ‘promessa da terra prometida a Abraão, porque agora sobre uma ‘terra Celestial’ !

Maravilhoso é refletirmos nas Escrituras Sagradas, deixe seu comentário se ao refletir vier a acrescer ou discordar de anotações que fiz aqui sobre minhas reflexões, pois a intenção destes escritos é somente este:  meditarmos juntos nas Palavras de Deus, e nesta série de postagens sobre O EVANGELHO GENUÍNO DE JESUS, e, espero que tenha entendido o porque me deparei refletindo sobra a história de Abraão aqui neste post,  pode comentar, se necessário for após sua colocação farei nova postagem sobre este mesmo assunto, pois aqui é espaço para nos edificarmos uns aos outros, como já disse e volta a dizer, não sou ‘estudada em teologia, nem mesmo ocupo cargos ministeriais’ este blog tão somente para divulgar A Palavra de Deus, da qual sou ‘amante’  como ‘serva’ do Deus Altíssimo! 

Na próxima publicação continuaremos ainda sobre a genealogia de Jesus, te aguardo para refletirmos juntos! Até lá!

“ Que reine a Paz de Jesus em nossos corações e em nosso meio”  

 

 

Mateus 1:[http://www.bibliaonline.com.br/nvi/mt/1]

1-6a- Registro da genealogia de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão:
Abraão gerou Isaque; Isaque gerou Jacó; Jacó gerou Judá e seus irmãos;
Judá gerou Perez e Zerá, cuja mãe foi Tamar; Perez gerou Esrom; Esrom gerou Arão;
Arão gerou Aminadabe; Aminadabe gerou Naassom; Naassom gerou Salmom;
Salmom gerou Boaz, cuja mãe foi Raabe; Boaz gerou Obede, cuja mãe foi Rute; Obede gerou Jessé;
e Jessé gerou o rei Davi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam; João 5: 39”

C O M P A R T I L H A R... isto é viver...é aprender...






Recomendo que clique no link indicado no final de cada postagem efetuada só com a introdução, para leitura integral do texto publicado na íntegra na folha CONTINUA.