Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. João 14:6

__________________VERSÍCULOS DO DIA ______________

E, tecendo uma coroa de espinhos, puseram-lha na cabeça, e em sua mão direita uma cana; e, ajoelhando diante dele, o escarneciam, dizendo: Salve, Rei dos judeus. Mateus27:29
E, havendo-o crucificado, repartiram as suas vestes, lançando sortes, para que se cumprisse o que foi dito pelo profeta: Repartiram entre si as minhas vestes, e sobre a minha túnica lançaram sortes. Mateus 27:35
>
- se preferir texto parado, pare o mouse sobre o versículo-

Abaixo publico algumas anotações sobre estes versículos.
Não deixe de ler as citações bíblicas, pois delas é que compartilho
* Deus nos abençoe *
***
*Faça a sua reflexão sobre estes versículos, pois DEUS quer falar diretamente com você, lembre-se que ELE te chama pelo seu nome e quer escrevê-lo e mantê-lo no Livro da Vida Eterna.*
***

(Se necessário, ATUALIZE A FOLHA PARA VISUALIZAR AS ANOTAÇÕES DOS VERSÍCULOS DE HOJE
http://wwwcompartilhar.blogspot.com/


terça-feira, 15 de maio de 2018

Aliança de Deus para com o homem -104, a decisão de Jesus no Getsêmani


E, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres.
Então chegou junto dos seus discípulos, e disse-lhes: Dormi agora, e repousai; eis que é chegada a hora, e o Filho do homem será entregue nas mãos dos pecadores.
Levantai-vos, partamos; eis que é chegado o que me trai.







E chega a hora de Jesus se decidir finalmente em fazer a vontade do Pai, mesmo já tendo vivido uma vida toda de obediência fazendo a vontade de Deus, chegara o momento de confirmar esta vida de fidelidade e Amor, de entregá-la a favor do homem pecador, atentemos bem que recairia sobre Ele o pecado não só de um homem que assim como homem puro teria que suportar, mas viria a recair sobre Ele toda a maldição do pecado, do pecado de toda a humanidade desde o principio em Adão e Eva até o dia que voltará para a tudo por fim, dá para entender? Pois é pagaria o preço do pecado que é a morte sendo que não havia Nele pecado algum, mas tão alto preço pagaria para resgatar a vida do homem pecador.
E atentemos muito bem nesta passagem, que assim Ele decide em fazer a vontade do Pai por mais que lhe fosse tão pesado como homem.
Sobre este momento no Getsêmani já fizemos algumas anotações aqui no blog, vamos revê-las com muita meditação, e embora não seja por nós totalmente entendido, mas vamos acompanhar com reflexão, pois a cada leitura Deus fala conosco individualmente, do que não vou acrescer agora nada ao texto já postado, vou apenas o transcrevê-lo.

“”
“Então chegou Jesus com eles a um lugar chamado Getsêmani, e disse a seus discípulos: Assentai-vos aqui, enquanto vou além orar.
E, levando consigo Pedro e os dois filhos de Zebedeu, começou a entristecer-se e a angustiar-se muito.
Então lhes disse: A minha alma está cheia de tristeza até a morte; ficai aqui, e velai comigo.
E, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres.

Depois da ceia, foi Jesus e seus discípulos até o Getsêmani, e Jesus se afastou para orar, deixando Pedro, Tiago e João de vigília em oração.
Jesus era conhecedor de tudo quanto lhe viria a acontecer, e como homem que era teve angustia e pavor. Dá para imaginar este momento? Disse Jesus que sua alma estava profundamente triste até a morte.
E ali prostrado ora ao Pai que se fosse possível o livrasse daquela hora, atentemos que Jesus é totalmente sincero em sua oração em seu clamor, confessa seu medo e também revela ao Pai o desejo de seu coração de não passar por tal sofrimento,mesmo sabendo ser o Pai conhecedor de tal coisas, mesmo assim as declara, pois sim como homem estava angustiado, no entanto atentemos como ora dizendo que não fosse feita a vontade Dele mas sim a do Pai, estava dizendo 'eis-me aqui que se faça a sua vontade’' estava aceitando passar por tudo o que viria, mas como homem estava aflito, e orava bem intensamente, sendo sustentado por um anjo.
Tamanha era sua agonia que Lucas ao relatar o ocorrido disse que seu suor tornou-se como grandes gotas de sangue caindo ao chão. Dá para imaginar isto? tamanha dor física, mental e espiritual.

E apareceu-lhe um anjo do céu, que o fortalecia.
E, posto em agonia, orava mais intensamente. E o seu suor tornou-se como grandes gotas de sangue, que corriam até ao chão.

E nós quando estamos em momento de grande aflição como agimos? Conseguimos seguir o exemplo de Jesus que se afastou para orar ao Pai, lembramos que Dele nos provém o fortalecimento e que devemos clamar por isto? Somos sinceros em nosso clamor a Deus, colocamos todos nossos medos e angustias e revelamos qual o desejo de nosso coração, clamamos assim? E temos a mesma disposição de mesmo em agonia dizer que seja feita a vontade de Deus e não a nossa, nosso desejo de que tudo se reverta em vez de que tudo se complete, dizemos 'eis-me aqui Senhor' para o que for?
Que não importa o que está acontecendo, ou venha a acontecer, primeiramente devemos orar a Deus.
E como Jesus levou consigo Pedro, Tiago e João para orarem e vigiarem juntos, para que tivesse um fortalecimento, devemos nós também buscar por quem está firme na fé para nos ajudar em vigília e oração, termos perto amigos,mas atentemos que Jesus leva consigo para abrir seu coração e estarem juntos em sua agonia somente Pedro, João e Tiago, os mais chegados dos discípulos e não todos, devemos nos reservar aos amigos mais chegados, mas mesmo assim lembremo-nos que todos são humanos e só os anjos de Deus nos coloca de pé verdadeiramente, que somente Deus que pode nos sustentar.
Que lembremo-nos de Jesus em nossos momentos de aflição, pois Ele era homem como nós, com os mesmos sentimentos, será que o que passamos é maior do que Ele passou? Busquemos Nele socorro pois Ele entende todas nossas agonias.

E, voltando para os seus discípulos, achou-os adormecidos; e disse a Pedro: Então nem uma hora pudeste velar comigo?
Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.
E, indo segunda vez, orou, dizendo: Pai meu, se este cálice não pode passar de mim sem eu o beber, faça-se a tua vontade.
E, voltando, achou-os outra vez adormecidos; porque os seus olhos estavam pesados.
E, deixando-os de novo, foi orar pela terceira vez, dizendo as mesmas palavras.

Atentemos que os mesmos discípulos que horas antes tinham dito que lutariam e até dariam a vida junto com Jesus, até mesmo Pedro que tanto replicou em dizer que até morreria junto com Jesus, não conseguiram ficar vigilantes em oração junto com Jesus, dormiram logo de inicio. Cadê toda aquela disposição anterior?
E Jesus já se sentindo só em sua agonia, ainda lhes adverte para vigiarem e orarem para não entrar em tentação pois mesmo o espírito estando pronto a carne é fraca. Ele dizia isto com autonomia, pois estava ali enfrentando tamanha luta, pois sim com Amor queria consumar o Plano de Salvação traçado pelo Pai, espiritualmente estava pronto a se entregar em sacrifício, no entanto com sua natureza de homem, carnalmente tinha sua fraqueza, estava aflito.
Lembrando aqui que se Jesus fosse ficar com o lado carnal poderia muito bem requerer então o trono que lhe cabia sendo da descendência de Davi, e teria um exército todo a lhe proteger e ficaria livre carnalmente do sacrifício e tinha motivos para isto, afinal nem pecador o era.
Atentemos muito bem ao que isto significa, muitos usam estes dizeres de Jesus para justificar suas paixões carnais, no entanto sim a carne pode ser fraca mas a ordem é vigiar e orar para não cair na tentação.
E assim Jesus o fez, nem ficou desanimado pela falta de vigilância dos discípulos, mas novamente foi orar ao Pai com o mesmo clamor, confirmando que fosse feita a vontade de Deus. E Novamente voltando pega os discípulos dormindo, dá para imaginar tamanha decepção de Jesus neste instante? Nem mesmo seus discípulos mais chegados estavam vigiando e orando com Ele, estava a se sentir realmente só naquele momento, ainda mais poderia ser tentado a desistir e requerer o trono terrestre. Mas não! foi novamente orar com a mesma intensidade com o mesmo clamor ao Pai,recebendo o consolo de um anjo. E mais uma vez retornando encontra seus discípulos dormindo. Dá para imaginar o que sente Jesus naquela hora?
Lucas ainda ao relatar o ocorrido diz que os discípulos dormiam de tristeza, mas que tristeza devia ser aquela? Dormiam, não vigiavam e oravam, por saber que Jesus ia morrer? Não faz muito sentido não é mesmo? Ou será que dormiam por ver que Jesus não reclamava o trono, não queria se fazer rei na terra, logo não tinham pelo que lutar e se entristeciam? Não sabiam o que era lutar espiritualmente, vigilantes em oração para não cair em tentação, não conseguiam ver qual era a situação de Jesus naquele momento.
E nós como fazemos diante de uma luta entre carne e espirito? Dormimos e deixamos a carne reinar? Ou seguimos o ordenar de Jesus e vigiamos e oramos quantas vezes forem necessárias para que o espírito prevaleça? Atentemos que o próprio Jesus orou mais que uma vez.

E, levantando-se da oração, veio para os seus discípulos, e achou-os dormindo de tristeza.
E disse-lhes: Por que estais dormindo? Levantai-vos, e orai, para que não entreis em tentação.
Lucas22:39-46

Pois se dormimos saibamos que a tentação maior virá. E ai será tarde para lutar de outra forma, a carne é fraca e o pecado vem para destruir.

Então chegou junto dos seus discípulos, e disse-lhes: Dormi agora, e repousai; eis que é chegada a hora, e o Filho do homem será entregue nas mãos dos pecadores.
Levantai-vos, partamos; eis que é chegado o que me trai.
Mateus26:45-46


Jesus lutou, mas não deixou a carne prevalecer, suou até gotas de sangue, clamou por ser livre do sofrimento sim, mas aceitou a vontade do Pai, e sabedor já era de que tinha chegado a hora, e ainda pior que vinha por traição, mesmo assim se levantou e foi ao encontro. Atentemos que não fugiu enfrentou, ninguém o obrigou, Ele mesmo decidiu fazer a vontade do Pai.
Atentemos ainda que diante de tão grande sofrimento, aflição e agonia do filho, se houvesse alguma outra forma de ser perdoado pecados, de remissão para o homem, Deus não o teria poupado naquele momento? Pois bem não o foi assim, o sacrifício tinha que vir a ser consumado.
Portanto que entendamos de uma vez por todas que não existem outras formas de remissão, de salvação, se houvesse a necessidade de reencarnações, Deus o teria feito, mas não há reencarnações, se houvesse ainda algum outro ritual a ser feito pelo homem, Deus o teria permitido, mas não há nenhum outro sacrifício aceitável a Deus. Se individualmente, com alguma obra, algum tipo de oração mirabolante, ou qualquer outras coisa, alguém pudesse ser justo e se justificar então, Deus o acataria, mas não, não houve nem haverá nenhum justo sem pecados nenhum, totalmente limpo e obediente como fora Jesus. Não há nada que venha apagar a mácula do pecado, que venha resgatar o homem, senão Deus o teria usado e pouparia seu filho.
Que entendamos de uma vez por todas que somente através de Jesus vamos ao Pai, somente Jesus pode nos resgatar do mundo, somente Jesus fora o sacrifício perfeito e aceitável a Deus.

E foi o próprio Jesus ali no Getsêmani que decidiu se render a vontade do Pai, por mais moído que tivesse carnalmente sabedor de todo o sofrimento tanto carnal quanto moral que vinha a passar, Ele decidiu ser o sacrifício pela humanidade, tão somente por Amor a mim, a você e por todos os homens.
Ali foi tal o sofrimento de Jesus que todos os pecados de toda a humanidade já estava recaindo sobre seus ombros, sobre Ele que totalmente puro e livre de pecado, já não tinha mais forças humanas para suportar, sendo sustentado pelo anjo do Senhor, e lutou até o final na cruz.
Não dá para sequer imaginarmos o que foi tudo aquilo, qualquer tipo de intenção neste sentido nos fica aquém do sofrido por Jesus, se não damos conta de suportar as vezes o peso, a maldição, de nosso próprio pecado, como Ele pode sendo puro suportar o pecado, e toda sua maldição, de toda a humanidade?
Ali no Getsêmani Jesus começa a pagar o preço por nós. Dá para imaginar quão alto preço foi pago por mim e por você?
Dá para imaginar que Amor é este? De se fazer culpado por toda a humanidade?


Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
Isaías53:4,5

“”

Deu para imaginar tamanha fora a luta entre o carnal e o espiritual de Jesus naquele momento? Mas Ele decidiu deixar seu ego carnal que poderia ser aclamado rei na terra, pelo Espiritual em fazer a vontade do Pai, mesmo que aflito carnalmente, sim Jesus o decidiu como homem pelo Amor de Deus ao homem, Ele próprio como homem consegue vencer o carnal com o Espiritual, mas atentemos que fora com suplica, oração, sendo sustentado por um anjo de Deus.

Agora vejamos Jesus já tinha em torno de trinta e três anos de vida carnal, e era totalmente puro, sem pecados, dá para imaginarmos por quantas lutas diárias entre carne e espirito não passou Jesus para assim se manter?
E atentemos que durante toda a sua vida como homem fizera a vontade de Deus, vivendo na justiça do Pai. Sim Um Deus Justo e Fiel à Sua Palavra, Um Deus de Aliança, embora o homem tinha corrompido totalmente a Aliança com Deus, Este envia Jesus como homem para então cumprir com os mandamentos e lei, se firmando na Aliança com o Pai como homem. Dá para entender? O próprio Deus se fez homem para cumprir pelo homem! E Jesus provou e se firmou e foi até o final na maior decisão de assim estabelecer a Nova Aliança de Deus para conosco, a qual selaria com seu próprio sangue. Dá para entender que esta Nova Aliança é tão somente por Jesus? Pela Graça e Amor de Deus!



Mas agora alcançou ele ministério tanto mais excelente, quanto é mediador de uma melhor aliança que está confirmada em melhores promessas.
Porque, se aquela primeira fora irrepreensível, nunca se teria buscado lugar para a segunda.
Hebreus 8:6,7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam; João 5: 39”

C O M P A R T I L H A R... isto é viver...é aprender...






Recomendo que clique no link indicado no final de cada postagem efetuada só com a introdução, para leitura integral do texto publicado na íntegra na folha CONTINUA.