Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. João 14:6

__________________VERSÍCULOS DO DIA ______________

O Senhor Soberano é a minha força; ele faz os meus pés como os do cervo; ele me habilita a andar em lugares altos” -Habacuque 3:19
“Tudo posso naquele que me fortalece” Filipenses 4:13
>
- se preferir texto parado, pare o mouse sobre o versículo-
Abaixo publico algumas anotações sobre estes versículos.
Não deixe de ler as citações bíblicas, pois delas é que compartilho
* Deus nos abençoe *
***
*Faça a sua reflexão sobre estes versículos, pois DEUS quer falar diretamente com você, lembre-se que ELE te chama pelo seu nome e quer escrevê-lo e mantê-lo no Livro da Vida Eterna.*
***

(Se necessário, ATUALIZE A FOLHA PARA VISUALIZAR AS ANOTAÇÕES DOS VERSÍCULOS DE HOJE
http://wwwcompartilhar.blogspot.com/


segunda-feira, 30 de abril de 2012

Versículos do dia: fazer o bem e com amor !

images (20) 

Technorati Marcas:

 

Technorati Marcas:

 

"Erga a voz em favor dos que não podem defender-se, seja o defensor de todos os desamparados.Provérbios 31:8

Disse o paralítico: "Senhor, não tenho ninguém que me ajude a entrar no tanque quando a água é agitada. Enquanto estou tentando entrar, outro chega antes de mim".João 5:7

 

Os versículos em referência hoje nos alerta quanto ao nosso dever de ajudar-mos o próximo independentemente de quem o seja, e qual seja sua necessidade, mesmo que não podemos lhe suprir esta necessidade, mas que façamos conhecidas então a quem as possa suprir, primeiramente em intercessão à Deus, mas também dentro de nosso meio de convívio, encaminhar o necessitado a quem lhe de amparo, ou ainda ir até quem possa amparar e noticiar que aquele necessita de ajuda, e ainda mais não aceitarmos calados ao vermos o próximo sendo injustiçado, desde que temos o conhecimento da Justiça de Deus temos que nela ser defensores dos oprimidos. Sim este é nosso dever como ‘ser humano’ como nós mesmos nos caracterizamos, ainda mais para para o ‘cristão’, e tanto a um quanto a outro certo é que teremos que prestar contas à Deus por nossos atos e pela ‘falta destes’ quando necessário. Lembremos ainda que alerta também é este segundo versículo, que  todo necessitado, costumeiramente clama a Deus por misericórdia mas instantaneamente também ‘se queixa’ pela ajuda que poderia estar tendo de alguém próximo e não a tem, não propriamente como ‘lamuria’, que se o fizer desta também prestará contas, mas é uma consequência natural ao clamar pelo socorro de Deus, assim que estejamos atentos, pois se tiver alguém ‘se queixando a Deus’ que poderíamos ter ajudado e não o fizemos, mesmo que Deus já o saiba, pois sabe todas as coisas, no entanto fica ainda maior nossa divida perante Deus quando de ‘nossa prestação de contas à Ele’.

Na época da ‘lei’ Deus já havia colocado diversas ordens com relação ao ‘ajudar ao próximo necessitado’ , podemos encontrar inúmeras destas ao examinarmos as Escrituras, e uma agora que fica como alerta neste sentido é a seguinte: “Cuidado! Que nenhum de vocês alimente este pensamento ímpio: "O sétimo ano, o ano do cancelamento das dívidas, está se aproximando, e não quero ajudar o meu irmão pobre". Ele poderá apelar para o Senhor contra você, e você será culpado pelo pecado.Deuteronômio 15:9 _ entendamos que ali diz ‘um sétimo ano’ que era da ‘lei’, no entanto agora estamos na Nova e Eterna Aliança de Deus para conosco, e Sua Graça para com o homem totalmente pecador fora única e por toda a eternidade, ficando ‘abolido a lei’ e acrescentado à suas ordenanças a parte ‘espiritual’ que devemos cautelosamente observar em nosso dia a dia, pois é ‘o espiritual’ que deve ‘reger’ sobre nosso ‘carnal’, e desde que a Graça de Deus é constante em nossa vida, assim deve ser constante nossos atos de ‘ser humano’ para com o próximo, e que em qualquer agir não deve ser efetuado somente  por  obrigação como muito se fazia na ‘época da lei’ para não receberem punições, mas sim agora o que deve ter sempre em nosso pensar e agir é o Amor, primeiramente à Deus, a nós mesmos e da mesma forma ao próximo, tudo muito bem esclarecido por Jesus, que nos veio ser e trazer a Verdade de Deus para nosso viver, e,  esta questão fora por Ele estabelecida como ‘prioritária’, pois Ele mesmo o fazia por nós, e em todo seu  ministério nos diz que o devemos assim também o fazer: _ Um dos mestres da lei aproximou-se e os ouviu discutindo. Notando que Jesus lhes dera uma boa resposta, perguntou-lhe: "De todos os mandamentos, qual é o mais importante? " Respondeu Jesus: "O mais importante é este: ‘Ouve, ó Israel, o Senhor, o nosso Deus, o Senhor é o único Senhor. Ame o Senhor, o seu Deus de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todo o seu entendimento e de todas as suas forças’. O segundo é este: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’. Não existe mandamento maior do que estes". Marcos 12:28-31_  e durante seus ensinamentos para que não restassem dúvidas de que ‘nosso próximo’ a quem devemos amar, e assim cuidar e ajudar em suas necessidades, não é apenas aqueles a quem amamos e que nos ama em nosso dia a dia, mas sim a ‘todos’ quantos ‘cruzarem’ com nossa caminhada, até mesmo quem se revela sendo como nosso inimigo, Jesus sempre ensina : _ "Vocês ouviram o que foi dito: ‘Ame o seu próximo e odeie o seu inimigo’. Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem,
para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus. Porque ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos. Se vocês amarem aqueles que os amam, que recompensa receberão? Até os publicanos fazem isso! E se vocês saudarem apenas os seus irmãos, o que estarão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso! Portanto, sejam perfeitos como perfeito é o Pai celestial de vocês
". Mateus 5:43-48 _
bem como também sempre nos  alerta de que não devemos ‘agir’ segundo ‘nosso julgamento’ se o próximo merece ou não, mesmo que este tenha sim verdadeiramente nos causado algum dano, que devemos ‘perdoar’ e não julgar, pois lembremos Ele  entregou Sua Própria Vida em sacrificio de cruz, por nós ainda totalmente pecadores para que fossemos então perdoados, e assim por toda humanidade, inclusive por ‘este próximo’ que nos causou qualquer tipo de ‘prejuízo’, se assim este o aceitar por Salvador, mas não cabe a nós julga-lo, mas sim o ‘ter como o próximo que devemos amar’ conforme o mandamento de Deus, porque será à Deus a quem este terá que prestar contas, devemos sim é ‘fazer a nossa parte’ pois da mesma forma como aquele também prestaremos contas à Deus _ "Não julguem, e vocês não serão julgados. Não condenem, e não serão condenados. Perdoem, e serão perdoados. Dêem, e lhes será dado: uma boa medida, calcada, sacudida e transbordante será dada a vocês. Pois a medida que usarem, também será usada para medir vocês". Lucas 6:37-38 _ que tenhamos sempre em mente que ‘neste tempo terreno’ em que vivemos estamos todos aguardando O DIA DO SENHOR DEUS e que seja constante então em nossas mentes o que Jesus disse : _“ para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus. Porque ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos. Mateus 5:45” _ logo então seja quem for ‘o próximo’ necessitado, a este temos que ajudar.

Jesus em seu ministério representou muito bem a tudo isto com a parábola do ‘bom samaritano’ para que venhamos a entender quem é ‘nosso próximo’ e  ‘a quem nos tornamos o próximo’  :

Mas ele, querendo justificar-se, perguntou a Jesus: "E quem é o meu próximo? "
Em resposta, disse Jesus: "Um homem descia de Jerusalém para Jericó, quando caiu nas mãos de assaltantes. Estes lhe tiraram as roupas, espancaram-no e se foram, deixando-o quase morto.
Aconteceu estar descendo pela mesma estrada um sacerdote. Quando viu o homem, passou pelo outro lado.
E assim também um levita; quando chegou ao lugar e o viu, passou pelo outro lado.
Mas um samaritano, estando de viagem, chegou onde se encontrava o homem e, quando o viu, teve piedade dele.
Aproximou-se, enfaixou-lhe as feridas, derramando nelas vinho e óleo. Depois colocou-o sobre o seu próprio animal, levou-o para uma hospedaria e cuidou dele.
No dia seguinte, deu dois denários ao hospedeiro e disse-lhe: ‘Cuide dele. Quando voltar lhe pagarei todas as despesas que você tiver’.
"Qual destes três você acha que foi o próximo do homem que caiu nas mãos dos assaltantes?
"
"Aquele que teve misericórdia dele", respondeu o perito na lei. Jesus lhe disse: "Vá e faça o mesmo".
Lucas 10:29-37

meditemos neste ‘ensinamento’ de Jesus que mesmo sendo representado por uma parábola foi para que  nos ficasse como ‘ordenança’ , a atentemos bem o que já fica ali esclarecido através da ‘parábola’ Jesus cita ‘os ladrões  que fizeram o mal’  e também cita  ‘sacerdote’ e ‘levita’  que deixaram de fazer o bem, meditemos aqui poderia Jesus ter citado ‘qualquer outros que deixassem de fazer o bem’ , mas cita bem um sacerdote e um levita, logo que nos fique claro de que não adianta ‘fazermos uma parte’ quanto ao desempenhar  ‘algum dom, cargo,  nos concedido’ , por mais que nos esforcemos para cumpri-lo, creio que com esta ‘citação’ de Jesus de que se deixarmos de ‘cumprir com o mandamento de amar ao próximo’ estará então sendo ‘em vão’ ‘nosso julgo esforço e  desempenho de tal função’ , e da mesma forma como ‘os assaltantes’ terão que prestar contas à Deus por ‘seu ato’ , também terá ‘o sacerdote e o levita’  que prestarem conta ‘quanto ao não efetuar um  ato contrário ao dos assaltantes’ . Ainda outra questão nos fica ‘mostrada’ aqui nesta ‘parábola’ , o homem que fora ‘atacado’ por assaltantes ‘ia de Jerusalém para Jericó’, pois bem região onde habitava então ‘o remanescente do povo de Deus’ , tanto poderia ser um deles quanto um estrangeiro ali, bem quanto ao ‘sacerdote e levita’ eram dentre os daquele povo, mas o ‘bom samaritano’ , o ‘que se fez próximo daquele homem’ que até desacordado estava, diz ser que ‘era um viajante ali’ , alguém até de outra região, mas mesmo não sendo ‘daquela descendência’ se apiedou daquele que sofria, e não tendo então ‘residência ali’ levou para uma ‘hospedaria dali’ passou a noite cuidando dele e ainda ‘pagou’ ao que possuía a hospedaria, alguém que poderia até ser um dentre aquele mesmo povo, para que cuidasse daquele homem que era habitante daquela região… quantas ‘lições nos dá Jesus aqui’ … lembremos  que os judeus não se davam bem com os ‘samaritanos’ , sequer falavam com eles, e ali estava ‘um samaritano’  se apiedando de algum judeu ou alguém que residia com eles… alguém pode até dizer mas é apenas uma ilustração de Jesus isto não iria acontecer…mas entendamos Jesus jamais falaria alguma coisa, usaria alguma ‘parábola’ que fosse ‘impossível’, pois não sabemos nós que Jesus sabe de todas as coisas, que conhece os pensamentos e intenções do coração? é apenas ‘uma parábola’ usada por Jesus para ‘ensinar e ordenar’ , mas porque a relata assim? bem não nos fica isto por escrito, mas podia até ter acontecido algo parecido e ser de conhecimento de Jesus…ou apenas em ser Ele conhecedor ‘dos corações’ … meditemos…

Bem nesta ‘parábola’  Jesus ordena : "Vá e faça o mesmo", e ainda o diz a nós hoje, é ‘ordenança de Deus’ entendamos isto em todo o contexto do Evangelho de Jesus, e , este temos que observar e cumprir, logo tenhamos nós a ‘posição’ que for quer seja ‘no Corpo de Cristo’ ou na ‘sociedade’ , temos a mesma ‘ordenança’, e seja ‘qual for o próximo’ , sendo amigo ou não, sendo conhecido ou não, é ‘nosso dever’ ajudar e fazer-lhe o bem;  atentemos ainda que aquele que interrogava Jesus, e era ‘perito na lei’ , estava querendo se justificar, e lhe fora dada a ‘ordenança’, entendamos que ‘o efetuar o bem ao próximo’ é nosso dever e não que venha nos ‘justificar’ muito menos ‘salvar’ , pois Salvador somente Jesus, Justificador somente Jesus, e sendo Jesus nosso Salvador, Remidor, Justificador e Senhor temos sim é que cumprir ‘suas ordenanças’ , fazer ‘o bem’ , ‘praticar justiça’, e com todo amor sincero,  é o mínimo que podemos fazer  diante do que Jesus fez por nós! Jesus foi o SACRIFICIO PERFEITO para toda a humanidade, e nós temos que amar e fazer o bem a todo nosso próximo, a começar pelos entes de nossa própria família, pois esta é a ‘instituída por Deus’ para que a partir dela venhamos a fazer parte então de uma comunidade; pelos ‘da família de Deus’ aqueles a quem temos por ‘irmãos em Cristo’ , e também aos que estão ainda ‘somente pelo carnal no mundo’, de nada adianta fazer apenas a ‘uns’ e não ‘a outros’ , isto esta registrado nas Escrituras Sagradas, é  ordenança de Deus!

* que reine a Paz de Jesus em nossos corações e em nosso meio *

Não repreenda asperamente ao homem idoso, mas exorte-o como se ele fosse seu pai; trate os jovens como a irmãos; as mulheres idosas, como a mães; e as moças, como a irmãs, com toda a pureza.
Trate adequadamente as viúvas que são realmente necessitadas.
Mas se uma viúva tem filhos ou netos, que estes aprendam primeiramente a colocar a sua religião em prática, cuidando de sua própria família e retribuindo o bem recebido de seus pais e avós, pois isso agrada a Deus. A viúva realmente necessitada e desamparada põe sua esperança em Deus e persiste dia e noite em oração e em súplica.1 Timóteo 5:1-5

Ordene estas coisas para que sejam irrepreensíveis.
Se alguém não cuida de seus parentes, e especialmente dos de sua própria família, negou a fé e é pior que um descrente.
1 Timóteo 5:7-8

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam; João 5: 39”

C O M P A R T I L H A R... isto é viver...é aprender...






Recomendo que clique no link indicado no final de cada postagem efetuada só com a introdução, para leitura integral do texto publicado na íntegra na folha CONTINUA.